Analisar e acompanhar PETR3:
Se você tem o objetivo em investir no longo prazo para formação de um patrimônio sólido com menor risco, confira como nós podemos te ajudar:


PETR3
PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS
CNPJ: 33.000.167/0001-01
http://www.petrobras.com.br

Informações Gerais

Setor: Petróleo. Gás e Biocombustíveis
Segmento: Exploração. Refino e Distribuição
Data: 2019-11-11
Fechamento: R$ 33,13
Min. 52 sem.: R$ 23,33
Máx. 52 sem.: R$ 33,70
Preço de mercado:
R$ 432.164.185.610,00
N. Ações: 13.044.496.930
Sócio Maj.: União Federal (50.26%)



Investir em ações nunca foi tão simples!
Vamos aprender agora investir em ações?


Indicadores Fundamentalistas:

Preço/Lucro: 16.19 Preço/Vpa: 1.52
Div. Yield: 0.75%
Lpa: R$ 2,05
Vpa: R$ 21,74 Margem Líq. anual: 7,63%
Roe anual: 9,42% Liquidez corrente anual: 0,83
Div. Bruta / Patri. Líq. anual: 2,03

Balanço Patrimonial:

Ativo Total anual:
R$ 860.473.000.000,00
Disponivel anual:
R$ 80.316.000.000,00
Ativo Circulante anual:
R$ 143.606.000.000,00
Dívida Bruta anual:
R$ 576.930.000.000,00
Dívida Líq. anual:
R$ 496.614.000.000,00
Patrimônio Líq. anual:
R$ 283.543.000.000,00

Demonstrativos de resultados

Último Anual (2018-12-31)
Receita Líq. anual:
R$ 124.543.000.000,00
Lucro Líq. anual:
R$ 26.698.000.000,00
Último Trimestral (2019-09-30)
Receita Líq. Trimestral:
R$ 30.006.000.000,00
Lucro Líq. Trimestral:
R$ 8.840.000.000,00


 08/11/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: PETR4(-1.41%) / BRFS3(-3.23%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR4(-1.41%) e BRF S.A. BRFS3(-3.23%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (-1.41%), com volume financeiro de R$1.865.303.830 sendo negociada no final do pregão a R$30.02 com preço de abertura de R$30.45.

* VALE S.A. (VALE3) oscilaram (-0.3%), com volume financeiro de R$975.351.920 sendo negociada no final do pregão a R$49.18 com preço de abertura de R$49.33.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (-0.76%), com volume financeiro de R$793.445.016 sendo negociada no final do pregão a R$47 com preço de abertura de R$47.36.

* CVC BRASIL OPERADORA E AGÊNCIA DE VIAGENS S.A. (CVCB3) oscilaram (-7.87%), com volume financeiro de R$773.645.510 sendo negociada no final do pregão a R$44.49 com preço de abertura de R$48.29.

* BCO BRADESCO S.A. (BBDC4) oscilaram (-2.2%), com volume financeiro de R$752.540.992 sendo negociada no final do pregão a R$34.24 com preço de abertura de R$35.01.

* ITAU UNIBANCO HOLDING S.A. (ITUB4) oscilaram (-0.25%), com volume financeiro de R$548.066.069 sendo negociada no final do pregão a R$36.27 com preço de abertura de R$36.36.

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR3) oscilaram (-0.06%), com volume financeiro de R$523.396.369 sendo negociada no final do pregão a R$32.91 com preço de abertura de R$32.93.

* MAGAZINE LUIZA S.A. (MGLU3) oscilaram (0.69%), com volume financeiro de R$466.519.228 sendo negociada no final do pregão a R$43.81 com preço de abertura de R$43.51.

* IRB - BRASIL RESSEGUROS S.A. (IRBR3) oscilaram (-3.81%), com volume financeiro de R$466.490.983 sendo negociada no final do pregão a R$35.1 com preço de abertura de R$36.49.

* BRF S.A. (BRFS3) oscilaram (-3.23%), com volume financeiro de R$438.108.426 sendo negociada no final do pregão a R$34.45 com preço de abertura de R$35.6.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$7.602.868.343


 07/11/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: PETR4(3%) / GGBR4(3.44%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR4(3%) e GERDAU S.A. GGBR4(3.44%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (3%), com volume financeiro de R$2.147.483.647 sendo negociada no final do pregão a R$30.9 com preço de abertura de R$30.

* VALE S.A. (VALE3) oscilaram (0.54%), com volume financeiro de R$1.341.024.844 sendo negociada no final do pregão a R$50.11 com preço de abertura de R$49.84.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (-0.79%), com volume financeiro de R$693.367.084 sendo negociada no final do pregão a R$47.67 com preço de abertura de R$48.05.

* ITAU UNIBANCO HOLDING S.A. (ITUB4) oscilaram (0.11%), com volume financeiro de R$576.190.157 sendo negociada no final do pregão a R$36.82 com preço de abertura de R$36.78.

* IRB - BRASIL RESSEGUROS S.A. (IRBR3) oscilaram (-4.47%), com volume financeiro de R$548.813.476 sendo negociada no final do pregão a R$36.35 com preço de abertura de R$38.05.

* SUZANO PAPEL E CELULOSE S.A. (SUZB3) oscilaram (3.27%), com volume financeiro de R$466.366.006 sendo negociada no final do pregão a R$38.26 com preço de abertura de R$37.05.

* MAGAZINE LUIZA S.A. (MGLU3) oscilaram (-3.09%), com volume financeiro de R$439.334.769 sendo negociada no final do pregão a R$44.2 com preço de abertura de R$45.61.

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR3) oscilaram (2.29%), com volume financeiro de R$431.580.877 sendo negociada no final do pregão a R$33.45 com preço de abertura de R$32.7.

* ULTRAPAR PARTICIPACOES S.A. (UGPA3) oscilaram (2.13%), com volume financeiro de R$431.370.450 sendo negociada no final do pregão a R$20.58 com preço de abertura de R$20.15.

* GERDAU S.A. (GGBR4) oscilaram (3.44%), com volume financeiro de R$414.296.560 sendo negociada no final do pregão a R$15.33 com preço de abertura de R$14.82.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$7.489.827.870


 07/11/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: PETR4(3%) / KLBN11(5.36%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR4(3%) e KLABIN S.A. KLBN11(5.36%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (3%), com volume financeiro de R$2.147.483.647 sendo negociada no final do pregão a R$30.9 com preço de abertura de R$30.

* ITAU UNIBANCO HOLDING S.A. (ITUB4) oscilaram (0.11%), com volume financeiro de R$573.765.015 sendo negociada no final do pregão a R$36.82 com preço de abertura de R$36.78.

* IRB - BRASIL RESSEGUROS S.A. (IRBR3) oscilaram (-4.47%), com volume financeiro de R$537.820.341 sendo negociada no final do pregão a R$36.35 com preço de abertura de R$38.05.

* MAGAZINE LUIZA S.A. (MGLU3) oscilaram (-3.09%), com volume financeiro de R$430.131.648 sendo negociada no final do pregão a R$44.2 com preço de abertura de R$45.61.

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR3) oscilaram (2.29%), com volume financeiro de R$419.659.368 sendo negociada no final do pregão a R$33.45 com preço de abertura de R$32.7.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (-0.5%), com volume financeiro de R$331.729.160 sendo negociada no final do pregão a R$47.81 com preço de abertura de R$48.05.

* CIELO S.A. (CIEL3) oscilaram (2.97%), com volume financeiro de R$251.056.155 sendo negociada no final do pregão a R$7.63 com preço de abertura de R$7.41.

* AMBEV S.A. (ABEV3) oscilaram (-0.17%), com volume financeiro de R$230.005.696 sendo negociada no final do pregão a R$17.56 com preço de abertura de R$17.59.

* NATURA COSMETICOS S.A. (NATU3) oscilaram (3.72%), com volume financeiro de R$216.563.809 sendo negociada no final do pregão a R$34 com preço de abertura de R$32.78.

* KLABIN S.A. (KLBN11) oscilaram (5.36%), com volume financeiro de R$216.148.863 sendo negociada no final do pregão a R$17.68 com preço de abertura de R$16.78.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$5.354.363.702


 07/11/2019 - PETR3 - Fato Relevante - www.petrobras.com.br/ri Para mais informações: PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores

   www.petrobras.com.br/ri
   Para mais informações:
   PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores
   e-mail: petroinvest@petrobras.com.br/acionistas@petrobras.com.br
   Av. República do Chile, 65 ? 1803 ? 20031-912 ? Rio de Janeiro, RJ.
   Tel.: 55 (21) 3224-1510/9947 | 0800-282-1540
   Este documento pode conter previsões segundo o significado da Seção 27A
   da Lei de Valores Mobiliários de 1933, conforme alterada (Lei de
   Valores Mobiliários) e Seção
   21E da lei de Negociação de Valores Mobiliários de 1934 conforme
   alterada (Lei de Negociação) que refletem apenas expectativas dos
   administradores da Companhia.
   Os termos: ?antecipa?, ?acredita?, ?espera?, ?prevê?, ?pretende?,
   ?planeja?, ?projeta?, ?objetiva?, ?deverá?, bem como outros termos
   similares, visam a identificar tais
   previsões, as quais, evidentemente, envolvem riscos ou incertezas,
   previstos ou não, pela Companhia. Portanto, os resultados futuros das
   operações da Companhia
   podem diferir das atuais expectativas, e, o leitor não deve se basear
   exclusivamente nas informações aqui contidas.
   Petrobras recebe oferta final para venda da Liquigás
   ?
   Rio de Janeiro, 7 de novembro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras informa que, no âmbito
   do processo competitivo de desinvestimento da totalidade de sua
   participação acionária da Liquigás
   Distribuidora S.A., o grupo formado pela Copagaz, Itaúsa e Nacional Gás
   Butano apresentou a melhor
   oferta final para aquisição desta empresa, no valor de R$ 3,7 bilhões.
   A transação ainda será submetida à aprovação pelos órgãos competentes
   da Petrobras e as etapas
   subsequentes do projeto serão divulgadas ao mercado tempestivamente.
   Essa operação está alinhada ? otimização do portfólio e ? melhoria de
   alocação do capital da
   companhia, visando ? geração de valor para os nossos acionistas.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 07/11/2019 - PETR3 - Fato Relevante - www.petrobras.com.br/ri Para mais informações: PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores

   www.petrobras.com.br/ri
   Para mais informações:
   PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores
   e-mail: petroinvest@petrobras.com.br/acionistas@petrobras.com.br
   Av. República do Chile, 65 ? 1803 ? 20031-912 ? Rio de Janeiro, RJ.
   Tel.: 55 (21) 3224-1510/9947 | 0800-282-1540
   Este documento pode conter previsões segundo o significado da Seção 27A
   da Lei de Valores Mobiliários de 1933, conforme alterada (Lei de
   Valores Mobiliários) e Seção
   21E da lei de Negociação de Valores Mobiliários de 1934 conforme
   alterada (Lei de Negociação) que refletem apenas expectativas dos
   administradores da Companhia.
   Os termos: ?antecipa?, ?acredita?, ?espera?, ?prevê?, ?pretende?,
   ?planeja?, ?projeta?, ?objetiva?, ?deverá?, bem como outros termos
   similares, visam a identificar tais
   previsões, as quais, evidentemente, envolvem riscos ou incertezas,
   previstos ou não, pela Companhia. Portanto, os resultados futuros das
   operações da Companhia
   podem diferir das atuais expectativas, e, o leitor não deve se basear
   exclusivamente nas informações aqui contidas.
   Petrobras adquire bloco Aram na 6ª Rodada de Partilha
   ?
   Rio de Janeiro, 07 de novembro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras informa que o
   consórcio no qual será operadora, com participação de 80%, em parceria
   com a CNODC Brasil
   Petróleo e Gás Ltda. adquiriu o bloco Aram, na Bacia de Santos, na 6ª
   Rodada de Licitações no
   Regime de Partilha de Produção, realizada hoje, pela Agência Nacional
   do Petróleo, Gás Natural e
   Biocombustíveis (ANP).
   O consórcio vencedor apresentou a oferta de excedente em óleo para a
   União no patamar mínimo
   de 29,96%. O valor do bônus de assinatura a ser pago ainda em 2019 pela
   companhia é de R$ 4,04
   bilhões. O quadro abaixo resume o resultado da participação da
   Petrobras na 6ª Rodada de
   Licitações da ANP no Regime de Partilha de Produção, no qual será a
   operadora:
   Bacia
   Sedimentar
   Bloco
   Composição
   do Consórcio
   Excedente em
   Óleo para a União
   Bônus
   Parcela Petrobras
   (R$)
   Santos
   Aram
   Petrobras 80%
   CNODC 20%
   29,96%
   4.040.000.000,00
   A companhia dá continuidade à sua estratégia de atuar de forma seletiva
   em licitações,
   concentrando-se na exploração e produção de ativos de classe mundial em
   águas profundas e
   ultra profundas.
   As aquisições concretizadas ontem, na Rodada de Licitação dos
   Excedentes da Cessão Onerosa, e
   hoje, na 6ª Rodada de Licitações de Partilha de Produção, potencializam
   de forma relevante a
   recomposição de reservas para o futuro da companhia.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 06/11/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: PETR4(-1.13%) / SUZB3(-0.51%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR4(-1.13%) e SUZANO PAPEL E CELULOSE S.A. SUZB3(-0.51%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (-1.13%), com volume financeiro de R$2.147.483.647 sendo negociada no final do pregão a R$29.71 com preço de abertura de R$30.05.

* VALE S.A. (VALE3) oscilaram (-0.42%), com volume financeiro de R$737.523.927 sendo negociada no final do pregão a R$49.69 com preço de abertura de R$49.9.

* ITAU UNIBANCO HOLDING S.A. (ITUB4) oscilaram (-1.35%), com volume financeiro de R$701.593.804 sendo negociada no final do pregão a R$36.6 com preço de abertura de R$37.1.

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR3) oscilaram (-1.55%), com volume financeiro de R$613.216.363 sendo negociada no final do pregão a R$32.41 com preço de abertura de R$32.92.

* JBS S.A. (JBSS3) oscilaram (-5.87%), com volume financeiro de R$532.539.208 sendo negociada no final do pregão a R$26.6 com preço de abertura de R$28.26.

* MAGAZINE LUIZA S.A. (MGLU3) oscilaram (1.57%), com volume financeiro de R$524.937.083 sendo negociada no final do pregão a R$45.2 com preço de abertura de R$44.5.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (-0.69%), com volume financeiro de R$517.283.495 sendo negociada no final do pregão a R$47.67 com preço de abertura de R$48.

* BCO BRADESCO S.A. (BBDC4) oscilaram (-0.54%), com volume financeiro de R$429.909.440 sendo negociada no final do pregão a R$35.17 com preço de abertura de R$35.36.

* B3 S.A. - BRASIL, BOLSA, BALCÃO (B3SA3) oscilaram (-0.79%), com volume financeiro de R$355.694.390 sendo negociada no final do pregão a R$48.9 com preço de abertura de R$49.29.

* SUZANO PAPEL E CELULOSE S.A. (SUZB3) oscilaram (-0.51%), com volume financeiro de R$304.892.773 sendo negociada no final do pregão a R$36.95 com preço de abertura de R$37.14.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$6.865.074.130


 06/11/2019 - PETR3 - Fato Relevante - Petrobras adquire campos de Búzios e Itapu no leilão dos volumes excedentes ao Contrato de Cessão Onerosa ?

   Petrobras adquire campos de Búzios e Itapu no leilão
   dos volumes excedentes ao Contrato de Cessão Onerosa
   ?
   Rio de Janeiro, 6 de novembro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras informa que o
   consórcio no qual será operadora, com participação de 90%, em parceria
   com as empresas CNODC
   Brasil Petróleo e Gás Ltda. e CNOOC Petroleum Brasil Ltda., cada uma
   com participação de 5%,
   adquiriu hoje o direito de exploração e produção do volume excedente ao
   Contrato de Cessão de
   Cessão Onerosa do campo de Búzios.
   Além disso, a Petrobras adquiriu integralmente o direito de exploração
   e produção relativo ao
   volume excedente do campo de Itapu.
   Com os resultados do leilão de hoje, a Petrobras assegura a manutenção
   da operação nesses
   campos, para os quais já havia exercido o direito de preferência,
   conforme comunicado divulgado
   ao mercado em 21/05/2019, e confirma sua posição de liderança no
   pré-sal brasileiro, de forma
   consistente com a sua estratégia de concentrar-se na exploração e
   produção de ativos offshore
   de classe mundial.
   O campo de Búzios, que iniciou sua produção em abril de 2018 e já
   produziu cerca de 100 milhões
   de barris de óleo e gás equivalentes (boe), é o maior campo em águas
   profundas descoberto no
   mundo. Trata-se de óleo leve e com poços de produtividade
   comprovadamente elevada.
   Búzios é um ativo de classe mundial, com reservas significativas, baixo
   custo de extração e
   resistente economicamente a um cenário de baixos preços de petróleo. A
   aquisição do direito
   sobre a exploração e produção do excedente da cessão onerosa de Búzios
   é consistente com o
   foco estratégico em investimentos em que somos o dono natural.
   O conhecimento adquirido ao longo de cerca de 10 anos na área e seu
   grande potencial, aliado às
   condições de aquisição do ativo, com bônus de assinatura de R$ 68,194
   bilhões, compatível com
   o valor do campo, e o óleo lucro de 23,24%, no patamar mínimo, ampliam
   a atratividade de Búzios
   para o consórcio liderado pela Petrobras.
   A produção média diária do campo já chegou a atingir 600 mil boed,
   considerando as quatro
   unidades instaladas (P-74, P-75, P76 e P-77). Uma quinta unidade,
   prevista para entrar em
   produção no 2º semestre de 2022, já está em construção. Novas unidades
   serão instaladas no
   campo para produzir o volume excedente da cessão onerosa, sendo o
   número e porte

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 05/11/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: PETR4(-2.5%) / ELET3(-5.93%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR4(-2.5%) e CENTRAIS ELET BRAS S.A. - ELETROBRAS ELET3(-5.93%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (-2.5%), com volume financeiro de R$2.147.483.647 sendo negociada no final do pregão a R$29.65 com preço de abertura de R$30.41.

* ITAU UNIBANCO HOLDING S.A. (ITUB4) oscilaram (-1.43%), com volume financeiro de R$1.750.998.921 sendo negociada no final do pregão a R$37.1 com preço de abertura de R$37.64.

* MAGAZINE LUIZA S.A. (MGLU3) oscilaram (-2.82%), com volume financeiro de R$810.033.525 sendo negociada no final do pregão a R$44.04 com preço de abertura de R$45.32.

* VALE S.A. (VALE3) oscilaram (-0.4%), com volume financeiro de R$794.873.289 sendo negociada no final do pregão a R$49.87 com preço de abertura de R$50.07.

* BCO BRADESCO S.A. (BBDC4) oscilaram (-0.11%), com volume financeiro de R$793.666.950 sendo negociada no final do pregão a R$35.36 com preço de abertura de R$35.4.

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR3) oscilaram (-1.27%), com volume financeiro de R$558.482.571 sendo negociada no final do pregão a R$32.55 com preço de abertura de R$32.97.

* JBS S.A. (JBSS3) oscilaram (-3.87%), com volume financeiro de R$538.744.430 sendo negociada no final do pregão a R$28.07 com preço de abertura de R$29.2.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (0.4%), com volume financeiro de R$443.820.530 sendo negociada no final do pregão a R$47.99 com preço de abertura de R$47.8.

* SUZANO PAPEL E CELULOSE S.A. (SUZB3) oscilaram (1.81%), com volume financeiro de R$385.684.704 sendo negociada no final do pregão a R$37.16 com preço de abertura de R$36.5.

* CENTRAIS ELET BRAS S.A. - ELETROBRAS (ELET3) oscilaram (-5.93%), com volume financeiro de R$350.694.387 sendo negociada no final do pregão a R$39.99 com preço de abertura de R$42.51.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$8.574.482.954


 05/11/2019 - PETR3 - Comunicado ao Mercado - www.petrobras.com.br/ri Para mais informações: PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores

   www.petrobras.com.br/ri
   Para mais informações:
   PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores
   e-mail: petroinvest@petrobras.com.br/acionistas@petrobras.com.br
   Av. República do Chile, 65 ? 1803 ? 20031-912 ? Rio de Janeiro, RJ.
   Tel.: 55 (21) 3224-1510/9947 | 0800-282-1540
   Este documento pode conter previsões segundo o significado da Seção 27A
   da Lei de Valores Mobiliários de 1933, conforme alterada (Lei de
   Valores Mobiliários) e Seção
   21E da lei de Negociação de Valores Mobiliários de 1934 conforme
   alterada (Lei de Negociação) que refletem apenas expectativas dos
   administradores da Companhia.
   Os termos: ?antecipa?, ?acredita?, ?espera?, ?prevê?, ?pretende?,
   ?planeja?, ?projeta?, ?objetiva?, ?deverá?, bem como outros termos
   similares, visam a identificar tais
   previsões, as quais, evidentemente, envolvem riscos ou incertezas,
   previstos ou não, pela Companhia. Portanto, os resultados futuros das
   operações da Companhia
   podem diferir das atuais expectativas, e, o leitor não deve se basear
   exclusivamente nas informações aqui contidas.
   Petrobras esclarece sobre o TCC para o mercado de gás
   ?
   Rio de Janeiro, 05 de novembro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ? A
   Petrobras esclarece que vem
   cumprindo integralmente o cronograma de compromissos assumidos no Termo
   de Cessação de
   Conduta (TCC) celebrado junto ao Conselho Administrativo de Defesa
   Econômica (CADE), em 8 de julho
   de 2019.
   Vale destacar os compromissos pré-estabelecidos no TCC e que já foram
   cumpridos pela Petrobras:
   ? Declínio sobre a exclusividade de transporte - cumprido em julho de
   2019;
   ? Qualificação de agente externo para monitorar o TCC - cumprido em
   agosto de 2019;
   ? Indicação de volumes para liberação de capacidade de transporte para
   terceiros - cumprido em
   setembro de 2019.
   Em relação à Chamada Pública para ofertar capacidade de transporte de
   gás no gasoduto Bolívia-Brasil
   (Gasbol), que foi suspensa, em 31 de outubro, pela Agência Nacional de
   Petróleo, Gás Natural e
   Biocombustíveis (ANP), a Petrobras esclarece que se posicionou de forma
   compatível com seus
   compromissos de compra e venda de gás natural com seus clientes e
   fornecedores, bem como o
   consumo próprio de seus ativos, buscando assegurar a confiabilidade das
   entregas de gás ao mercado.
   É importante destacar que o regulamento da Chamada Pública já
   estabelece a possibilidade de rateio
   dos volumes solicitados pelos agentes em caso de indisponibilidade de
   capacidade para atendimento
   a todas as demandas manifestadas.
   A Petrobras reafirma o objetivo do TCC em preservar e proteger as
   condições concorrenciais, visando
   à abertura do mercado brasileiro de gás natural, incentivando a entrada
   de novos agentes nesse
   mercado.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 04/11/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: PETR4(-1.72%) / BBDC4(-0.46%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR4(-1.72%) e BCO BRADESCO S.A. BBDC4(-0.46%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (-1.72%), com volume financeiro de R$2.147.483.647 sendo negociada no final do pregão a R$30.36 com preço de abertura de R$30.89.

* MAGAZINE LUIZA S.A. (MGLU3) oscilaram (-6.58%), com volume financeiro de R$1.467.795.786 sendo negociada no final do pregão a R$44.97 com preço de abertura de R$48.14.

* VALE S.A. (VALE3) oscilaram (1.51%), com volume financeiro de R$1.040.910.689 sendo negociada no final do pregão a R$49.82 com preço de abertura de R$49.08.

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR3) oscilaram (-0.09%), com volume financeiro de R$683.643.486 sendo negociada no final do pregão a R$32.97 com preço de abertura de R$33.

* JBS S.A. (JBSS3) oscilaram (2.1%), com volume financeiro de R$573.259.561 sendo negociada no final do pregão a R$29.2 com preço de abertura de R$28.6.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (-0.96%), com volume financeiro de R$532.130.125 sendo negociada no final do pregão a R$47.69 com preço de abertura de R$48.15.

* NOTRE DAME INTERMEDICA PARTICIPACOES SA (GNDI3) oscilaram (-4.49%), com volume financeiro de R$466.425.647 sendo negociada no final do pregão a R$59.08 com preço de abertura de R$61.86.

* GERDAU S.A. (GGBR4) oscilaram (4.29%), com volume financeiro de R$463.354.391 sendo negociada no final do pregão a R$14.6 com preço de abertura de R$14.

* RUMO S.A. (RAIL3) oscilaram (-1.39%), com volume financeiro de R$459.395.571 sendo negociada no final do pregão a R$22.78 com preço de abertura de R$23.1.

* BCO BRADESCO S.A. (BBDC4) oscilaram (-0.46%), com volume financeiro de R$418.755.049 sendo negociada no final do pregão a R$34.89 com preço de abertura de R$35.05.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$8.253.153.952


 04/11/2019 - PETR3 - Comunicado ao Mercado - www.petrobras.com.br/ri Para mais informações: PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores

   www.petrobras.com.br/ri
   Para mais informações:
   PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores
   e-mail: petroinvest@petrobras.com.br/acionistas@petrobras.com.br
   Av. República do Chile, 65 ? 1002 ? 20031-912 ? Rio de Janeiro, RJ.
   Tel.: 55 (21) 3224-1510/9947 | 0800-282-1540
   Este documento pode conter previsões segundo o significado da Seção 27A
   da Lei de Valores Mobiliários de 1933, conforme alterada (Lei de
   Valores Mobiliários) e Seção 21E da lei de
   Negociação de Valores Mobiliários de 1934 conforme alterada (Lei de
   Negociação) que refletem apenas expectativas dos administradores da
   Companhia. Os termos: ?antecipa?, ?acredita?,
   ?espera?, ?prevê?, ?pretende?, ?planeja?, ?projeta?, ?objetiva?,
   ?deverá?, bem como outros termos similares, visam a identificar tais
   previsões, as quais, evidentemente, envolvem riscos ou
   incertezas, previstos ou não, pela Companhia. Portanto, os resultados
   futuros das operações da Companhia podem diferir das atuais
   expectativas, e, o leitor não deve se basear
   exclusivamente nas informações aqui contidas.
   Petrobras sobre extensão de negociação na bolsa Argentina
   ?
   Rio de Janeiro, 04 de novembro de 2019 ? Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras, em continuidade aos comunicados
   divulgados em 09/08/2019 e 04/10/2019, informa que decidiu estender o
   período de negociação de suas ações na Bolsa
   y Mercados Argentinos S.A. até 11 de novembro de 2019. Assim, neste dia
   às 17h, as ações da Petrobras deixarão de
   ser negociadas na Argentina, sendo esse o seu último dia de negociação
   naquele mercado.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 01/11/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: PETR4(-0.52%) / IRBR3(0.92%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR4(-0.52%) e IRB - BRASIL RESSEGUROS S.A. IRBR3(0.92%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (-0.52%), com volume financeiro de R$2.147.483.647 sendo negociada no final do pregão a R$30.43 com preço de abertura de R$30.59.

* MAGAZINE LUIZA S.A. (MGLU3) oscilaram (4.98%), com volume financeiro de R$1.077.050.604 sendo negociada no final do pregão a R$47.19 com preço de abertura de R$44.95.

* VALE S.A. (VALE3) oscilaram (1.34%), com volume financeiro de R$976.749.106 sendo negociada no final do pregão a R$48.44 com preço de abertura de R$47.8.

* BCO BRADESCO S.A. (BBDC4) oscilaram (-1.64%), com volume financeiro de R$774.653.252 sendo negociada no final do pregão a R$34.87 com preço de abertura de R$35.45.

* SUZANO PAPEL E CELULOSE S.A. (SUZB3) oscilaram (6.09%), com volume financeiro de R$762.674.112 sendo negociada no final do pregão a R$35.01 com preço de abertura de R$33.

* ITAU UNIBANCO HOLDING S.A. (ITUB4) oscilaram (-0.85%), com volume financeiro de R$689.891.808 sendo negociada no final do pregão a R$36.35 com preço de abertura de R$36.66.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (-0.99%), com volume financeiro de R$589.863.329 sendo negociada no final do pregão a R$47.96 com preço de abertura de R$48.44.

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR3) oscilaram (-0.18%), com volume financeiro de R$525.099.072 sendo negociada no final do pregão a R$32.74 com preço de abertura de R$32.8.

* B3 S.A. - BRASIL, BOLSA, BALCÃO (B3SA3) oscilaram (1.42%), com volume financeiro de R$322.292.444 sendo negociada no final do pregão a R$49.2 com preço de abertura de R$48.51.

* IRB - BRASIL RESSEGUROS S.A. (IRBR3) oscilaram (0.92%), com volume financeiro de R$307.811.578 sendo negociada no final do pregão a R$38.35 com preço de abertura de R$38.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$8.173.568.952


 01/11/2019 - PETR3 - Comunicado ao Mercado - www.petrobras.com.br/ri Para mais informações: PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores

   www.petrobras.com.br/ri
   Para mais informações:
   PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores
   e-mail: petroinvest@petrobras.com.br/acionistas@petrobras.com.br
   Av. República do Chile, 65 ? 1803 ? 20031-912 ? Rio de Janeiro, RJ.
   Tel.: 55 (21) 3224-1510/9947 | 0800-282-1540
   Este documento pode conter previsões segundo o significado da Seção 27A
   da Lei de Valores Mobiliários de 1933, conforme alterada (Lei de
   Valores Mobiliários) e Seção
   21E da lei de Negociação de Valores Mobiliários de 1934 conforme
   alterada (Lei de Negociação) que refletem apenas expectativas dos
   administradores da Companhia.
   Os termos: ?antecipa?, ?acredita?, ?espera?, ?prevê?, ?pretende?,
   ?planeja?, ?projeta?, ?objetiva?, ?deverá?, bem como outros termos
   similares, visam a identificar tais
   previsões, as quais, evidentemente, envolvem riscos ou incertezas,
   previstos ou não, pela Companhia. Portanto, os resultados futuros das
   operações da Companhia
   podem diferir das atuais expectativas, e, o leitor não deve se basear
   exclusivamente nas informações aqui contidas.
   Petrobras assina Aditivo ao Contrato de Cessão Onerosa
   ?
   Rio de Janeiro, 1 de novembro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras em continuidade ao
   comunicado divulgado em 31 de outubro de 2019, informa que celebrou,
   nesta data, o Termo
   Aditivo ao Contrato de Cessão Onerosa.
   A celebração do Termo Aditivo ocorreu previamente à realização do
   leilão dos excedentes da
   Cessão Onerosa, após a solução orçamentaria para o pagamento da União à
   Petrobras e após o
   atendimento das demais condicionantes definidas pela Conselho de
   Administração da Companhia.
   O aditivo prevê o ressarcimento à Petrobras de US$ 9,058 bilhões (nove
   bilhões e cinquenta e oito
   milhões de dólares), que convertidos para Reais de acordo com as regras
   do Contrato de Cessão
   Onerosa e atualizados pela taxa Selic até 30 de setembro de 2019, somam
   cerca de R$ 34,1 bilhões
   (trinta e quatro bilhões e cem milhões de reais). O valor do
   ressarcimento será atualizado pela Selic
   até sua efetiva quitação, que ocorrerá juntamente com o recebimento, em
   montante igual ou
   superior, pela União, do bônus de assinatura da licitação dos volumes
   excedentes ao Contrato de
   Cessão Onerosa ou até 27 de dezembro de 2020, o que ocorrer primeiro.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 01/11/2019 - PETR3 - Fato Relevante - www.petrobras.com.br/ri Para mais informações: PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores

   www.petrobras.com.br/ri
   Para mais informações:
   PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores
   e-mail: petroinvest@petrobras.com.br/acionistas@petrobras.com.br
   Av. República do Chile, 65 ? 1803 ? 20031-912 ? Rio de Janeiro, RJ.
   Tel.: 55 (21) 3224-1510/9947 | 0800-282-1540
   Este documento pode conter previsões segundo o significado da Seção 27A
   da Lei de Valores Mobiliários de 1933, conforme alterada (Lei de
   Valores Mobiliários) e Seção 21E da
   lei de Negociação de Valores Mobiliários de 1934 conforme alterada (Lei
   de Negociação) que refletem apenas expectativas dos administradores da
   Companhia. Os termos:
   ?antecipa?, ?acredita?, ?espera?, ?prevê?, ?pretende?, ?planeja?,
   ?projeta?, ?objetiva?, ?deverá?, bem como outros termos similares,
   visam a identificar tais previsões, as quais,
   evidentemente, envolvem riscos ou incertezas, previstos ou não, pela
   Companhia. Portanto, os resultados futuros das operações da Companhia
   podem diferir das atuais
   expectativas, e, o leitor não deve se basear exclusivamente nas
   informações aqui contidas.
   Petrobras divulga teaser de E&P na Bacia de Sergipe-Alagoas
   ?
   Rio de Janeiro, 01 de novembro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras informa que iniciou a
   etapa de divulgação da oportunidade (teaser), referente à venda de sua
   participação em 15 blocos
   exploratórios em terra, localizados na Bacia de Sergipe-Alagoas.
   O teaser, que contém as principais informações sobre a oportunidade,
   bem como os critérios de
   elegibilidade para a seleção de potenciais participantes, está
   disponível no site da Petrobras:
   https://investidorpetrobras.com.br/pt/resultados-e-comunicados/teasers.
   As principais etapas subsequentes do projeto serão informadas
   oportunamente ao mercado.
   A presente divulgação está de acordo com as diretrizes para
   desinvestimentos da Petrobras e alinhada
   às disposições do procedimento especial de cessão de direitos de
   exploração, desenvolvimento e
   produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos,
   previsto no Decreto 9.355/2018.
   Essa operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhoria de
   alocação do capital da companhia,
   visando à maximização de valor para os nossos acionistas.
   Sobre os blocos exploratórios
   Dos 15 blocos exploratórios, oito são exclusivos Petrobras e contemplam
   as concessões SEAL-T-
   61_R11, SEAL-T-112_R12, SEAL-T-165_R12, SEAL-T-177_R12, SEAL-T-359_R12,
   SEAL-T-372_R12,
   SEAL-T-383_R12 e SEAL-T-384_R12. A concessão SEAL-T-61_R11, proveniente
   da 11ª Rodada de
   Licitações da ANP, foi assinada em 2013. As concessões SEAL-T-112,
   SEAL-T-165, SEAL-T-177, SEAL-
   T-359, SEAL-T-372, SEAL-T-383 e SEAL-T-384, da 12ª Rodada de Licitações
   da ANP, foram assinadas
   em 2014.
   Nos demais 7 blocos, a Petrobras e a Nova Petróleo são parceiras nas
   concessões SEAL-T-279_R12,
   SEAL-T-280_R12, SEAL-T-291_R12, SEAL-T-292_R12, SEAL-T-345,
   SEAL-T-346_R12 e SEAL-T-
   360_R12, nas quais cada uma detém 50% de participação, tendo sido
   adquiridas na 12ª Rodada de
   Licitações da ANP, em 2014. Neste caso, após a apresentação de ofertas,
   a Nova Petróleo poderá exercer
   o direito de preferência de aquisição das participações da Petrobras.
   As ofertas deverão ser feitas por bloco.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 31/10/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: PETR4(1.77%) / ITSA4(-1.15%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR4(1.77%) e ITAUSA INVESTIMENTOS ITAU S.A. ITSA4(-1.15%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (1.77%), com volume financeiro de R$2.020.477.006 sendo negociada no final do pregão a R$30.39 com preço de abertura de R$29.86.

* BCO BRADESCO S.A. (BBDC4) oscilaram (-0.9%), com volume financeiro de R$1.350.897.463 sendo negociada no final do pregão a R$35.17 com preço de abertura de R$35.49.

* MAGAZINE LUIZA S.A. (MGLU3) oscilaram (2.98%), com volume financeiro de R$1.042.480.325 sendo negociada no final do pregão a R$44.64 com preço de abertura de R$43.35.

* VALE S.A. (VALE3) oscilaram (-1.87%), com volume financeiro de R$1.029.275.473 sendo negociada no final do pregão a R$47.2 com preço de abertura de R$48.1.

* ITAU UNIBANCO HOLDING S.A. (ITUB4) oscilaram (-0.19%), com volume financeiro de R$939.241.971 sendo negociada no final do pregão a R$36.23 com preço de abertura de R$36.3.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (-1.53%), com volume financeiro de R$683.422.522 sendo negociada no final do pregão a R$48.15 com preço de abertura de R$48.9.

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR3) oscilaram (0.93%), com volume financeiro de R$384.446.954 sendo negociada no final do pregão a R$32.7 com preço de abertura de R$32.4.

* AMBEV S.A. (ABEV3) oscilaram (-0.52%), com volume financeiro de R$356.462.523 sendo negociada no final do pregão a R$17.38 com preço de abertura de R$17.47.

* JBS S.A. (JBSS3) oscilaram (-2.08%), com volume financeiro de R$353.133.351 sendo negociada no final do pregão a R$28.29 com preço de abertura de R$28.89.

* ITAUSA INVESTIMENTOS ITAU S.A. (ITSA4) oscilaram (-1.15%), com volume financeiro de R$315.920.332 sendo negociada no final do pregão a R$13.71 com preço de abertura de R$13.87.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$8.475.757.920


 31/10/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: PETR4(1.74%) / GOLL4(-3.55%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR4(1.74%) e GOL LINHAS AEREAS INTELIGENTES S.A. GOLL4(-3.55%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (1.74%), com volume financeiro de R$1.987.937.016 sendo negociada no final do pregão a R$30.38 com preço de abertura de R$29.86.

* MAGAZINE LUIZA S.A. (MGLU3) oscilaram (2.42%), com volume financeiro de R$1.007.874.549 sendo negociada no final do pregão a R$44.4 com preço de abertura de R$43.35.

* ITAU UNIBANCO HOLDING S.A. (ITUB4) oscilaram (-0.11%), com volume financeiro de R$929.042.976 sendo negociada no final do pregão a R$36.26 com preço de abertura de R$36.3.

* VALE S.A. (VALE3) oscilaram (-2.42%), com volume financeiro de R$727.276.572 sendo negociada no final do pregão a R$47.23 com preço de abertura de R$48.4.

* BCO BRADESCO S.A. (BBDC4) oscilaram (-0.51%), com volume financeiro de R$682.937.348 sendo negociada no final do pregão a R$35.31 com preço de abertura de R$35.49.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (-1.82%), com volume financeiro de R$677.725.300 sendo negociada no final do pregão a R$48.01 com preço de abertura de R$48.9.

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR3) oscilaram (0.86%), com volume financeiro de R$379.107.080 sendo negociada no final do pregão a R$32.68 com preço de abertura de R$32.4.

* AMBEV S.A. (ABEV3) oscilaram (-0.63%), com volume financeiro de R$352.831.335 sendo negociada no final do pregão a R$17.36 com preço de abertura de R$17.47.

* ITAUSA INVESTIMENTOS ITAU S.A. (ITSA4) oscilaram (-1.23%), com volume financeiro de R$314.166.435 sendo negociada no final do pregão a R$13.7 com preço de abertura de R$13.87.

* GOL LINHAS AEREAS INTELIGENTES S.A. (GOLL4) oscilaram (-3.55%), com volume financeiro de R$252.100.625 sendo negociada no final do pregão a R$36.7 com preço de abertura de R$38.05.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$7.310.999.236


 31/10/2019 - PETR3 - Comunicado ao Mercado - Esclarecimento sobre Notícias ? Rio de Janeiro, 31 de outubro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?

   Esclarecimento sobre Notícias
   ?
   Rio de Janeiro, 31 de outubro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras informa que
   recebeu o Ofício nº 976/2019-SLS, que solicita os seguintes
   esclarecimentos:
   Ofício nº 976/2019-SLS
   ? Prezados Senhores,
   Em notícia veiculada pelo jornal O Estado de São Paulo, em 30/10/2019,
   sob o título
   ?Estatal avalia IPO de ativos de energia?, consta, entre outras
   informações, que ?Fora
   da lista de desinvestimentos da Petrobrás, o parque termoelétrico da
   estatal poderá ser
   reunido em uma empresa separada, visando abertura de capital em Bolsa
   de Valores?.
   Solicitamos esclarecimentos sobre os itens assinalados, até 31/10/2019
   às 9h, com a sua
   confirmação ou não, bem como outras informações consideradas
   importantes.?
   Esclarecimento
   Em atendimento ao Ofício nº 976/2019-SLS, a companhia esclarece que, no
   âmbito de sua
   gestão ativa de portfólio, está constantemente estudando e analisando
   oportunidades de
   parcerias e desinvestimentos, em consonância com as estratégias
   traçadas no Plano
   Estratégico 2040 e Plano de Negócios e Gestão 2019-2023, divulgado em
   05 de dezembro de
   2018.
   Adicionalmente, a Petrobras informa que não há definição ou deliberação
   pelos órgãos
   internos da companhia sobre a mencionada reunião dos ativos de energia
   em uma única
   empresa, visando a abertura de capital em Bolsa de Valores.
   Fatos julgados relevantes serão tempestivamente divulgados ao mercado.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 31/10/2019 - PETR3 - Comunicado ao Mercado - www.petrobras.com.br/ri Para mais informações: PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores

   www.petrobras.com.br/ri
   Para mais informações:
   PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores
   e-mail: petroinvest@petrobras.com.br/acionistas@petrobras.com.br
   Av. República do Chile, 65 ? 1803 ? 20031-912 ? Rio de Janeiro, RJ.
   Tel.: 55 (21) 3224-1510/9947 | 0800-282-1540
   Este documento pode conter previsões segundo o significado da Seção 27A
   da Lei de Valores Mobiliários de 1933, conforme alterada (Lei de
   Valores Mobiliários) e Seção
   21E da lei de Negociação de Valores Mobiliários de 1934 conforme
   alterada (Lei de Negociação) que refletem apenas expectativas dos
   administradores da Companhia.
   Os termos: ?antecipa?, ?acredita?, ?espera?, ?prevê?, ?pretende?,
   ?planeja?, ?projeta?, ?objetiva?, ?deverá?, bem como outros termos
   similares, visam a identificar tais
   previsões, as quais, evidentemente, envolvem riscos ou incertezas,
   previstos ou não, pela Companhia. Portanto, os resultados futuros das
   operações da Companhia
   podem diferir das atuais expectativas, e, o leitor não deve se basear
   exclusivamente nas informações aqui contidas.
   Petrobras sobre Aditivo ao Contrato de Cessão Onerosa
   ?
   Rio de Janeiro, 31 de outubro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras, em complemento
   ao comunicado divulgado em 23 de outubro de 2019, informa que a
   celebração do Termo Aditivo
   ao Contrato de Cessão Onerosa foi adiada para a data de amanhã, 1º de
   novembro de 2019.
   A nova data de assinatura foi aprovada pelo Conselho de Administração
   da companhia, uma vez
   que atende à recomendação de que a celebração do Termo Aditivo ocorra
   previamente à
   realização do leilão dos excedentes da Cessão Onerosa, a ser realizado
   em 6 de novembro de
   2019.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 30/10/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: PETR4(1.04%) / PETR3(1.49%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR4(1.04%) e PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR3(1.49%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (1.04%), com volume financeiro de R$1.885.648.464 sendo negociada no final do pregão a R$30.08 com preço de abertura de R$29.77.

* MAGAZINE LUIZA S.A. (MGLU3) oscilaram (2.71%), com volume financeiro de R$1.397.315.208 sendo negociada no final do pregão a R$44.02 com preço de abertura de R$42.86.

* ITAU UNIBANCO HOLDING S.A. (ITUB4) oscilaram (1.1%), com volume financeiro de R$857.716.010 sendo negociada no final do pregão a R$36.87 com preço de abertura de R$36.47.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (1.67%), com volume financeiro de R$765.179.540 sendo negociada no final do pregão a R$49.42 com preço de abertura de R$48.61.

* VALE S.A. (VALE3) oscilaram (0.39%), com volume financeiro de R$738.321.569 sendo negociada no final do pregão a R$48.59 com preço de abertura de R$48.4.

* BCO BRADESCO S.A. (BBDC4) oscilaram (1.16%), com volume financeiro de R$693.846.253 sendo negociada no final do pregão a R$36.67 com preço de abertura de R$36.25.

* NOTRE DAME INTERMEDICA PARTICIPACOES SA (GNDI3) oscilaram (-0.28%), com volume financeiro de R$450.594.728 sendo negociada no final do pregão a R$60.13 com preço de abertura de R$60.3.

* IRB - BRASIL RESSEGUROS S.A. (IRBR3) oscilaram (-0.93%), com volume financeiro de R$355.586.589 sendo negociada no final do pregão a R$37.35 com preço de abertura de R$37.7.

* B3 S.A. - BRASIL, BOLSA, BALCÃO (B3SA3) oscilaram (1.25%), com volume financeiro de R$328.503.326 sendo negociada no final do pregão a R$48.5 com preço de abertura de R$47.9.

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR3) oscilaram (1.49%), com volume financeiro de R$310.228.417 sendo negociada no final do pregão a R$32.63 com preço de abertura de R$32.15.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$7.782.940.104


 29/10/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: PETR4(1.43%) / B3SA3(-1.24%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR4(1.43%) e B3 S.A. - BRASIL, BOLSA, BALCÃO B3SA3(-1.24%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (1.43%), com volume financeiro de R$1.479.469.146 sendo negociada no final do pregão a R$29.82 com preço de abertura de R$29.4.

* BCO BRADESCO S.A. (BBDC4) oscilaram (-0.95%), com volume financeiro de R$760.614.501 sendo negociada no final do pregão a R$36.5 com preço de abertura de R$36.85.

* ITAU UNIBANCO HOLDING S.A. (ITUB4) oscilaram (-1.21%), com volume financeiro de R$609.660.017 sendo negociada no final do pregão a R$36.64 com preço de abertura de R$37.09.

* MAGAZINE LUIZA S.A. (MGLU3) oscilaram (-4.7%), com volume financeiro de R$521.309.255 sendo negociada no final do pregão a R$41.15 com preço de abertura de R$43.18.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (0.14%), com volume financeiro de R$507.276.197 sendo negociada no final do pregão a R$48.66 com preço de abertura de R$48.59.

* AMBEV S.A. (ABEV3) oscilaram (0.29%), com volume financeiro de R$504.090.030 sendo negociada no final do pregão a R$17.58 com preço de abertura de R$17.53.

* VALE S.A. (VALE3) oscilaram (0.5%), com volume financeiro de R$490.407.552 sendo negociada no final do pregão a R$48.65 com preço de abertura de R$48.41.

* B2W - COMPANHIA DIGITAL (BTOW3) oscilaram (-3.82%), com volume financeiro de R$310.498.096 sendo negociada no final do pregão a R$52.18 com preço de abertura de R$54.25.

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR3) oscilaram (1.35%), com volume financeiro de R$297.140.541 sendo negociada no final do pregão a R$32.24 com preço de abertura de R$31.81.

* B3 S.A. - BRASIL, BOLSA, BALCÃO (B3SA3) oscilaram (-1.24%), com volume financeiro de R$271.840.830 sendo negociada no final do pregão a R$47.9 com preço de abertura de R$48.5.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$5.752.306.165


 25/10/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: PETR4(0.17%) / MGLU3(-3.18%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR4(0.17%) e MAGAZINE LUIZA S.A. MGLU3(-3.18%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (0.17%), com volume financeiro de R$2.147.483.647 sendo negociada no final do pregão a R$29.25 com preço de abertura de R$29.2.

* AMBEV S.A. (ABEV3) oscilaram (-1.68%), com volume financeiro de R$1.470.606.141 sendo negociada no final do pregão a R$17.6 com preço de abertura de R$17.9.

* VALE S.A. (VALE3) oscilaram (1.7%), com volume financeiro de R$1.047.645.077 sendo negociada no final do pregão a R$48.56 com preço de abertura de R$47.75.

* ITAU UNIBANCO HOLDING S.A. (ITUB4) oscilaram (0.68%), com volume financeiro de R$695.427.300 sendo negociada no final do pregão a R$36.8 com preço de abertura de R$36.55.

* LOCALIZA RENT A CAR S.A. (RENT3) oscilaram (-0.07%), com volume financeiro de R$655.866.780 sendo negociada no final do pregão a R$41.77 com preço de abertura de R$41.8.

* BCO BRADESCO S.A. (BBDC4) oscilaram (1.1%), com volume financeiro de R$578.604.445 sendo negociada no final do pregão a R$35.72 com preço de abertura de R$35.33.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (0.95%), com volume financeiro de R$497.986.514 sendo negociada no final do pregão a R$47.73 com preço de abertura de R$47.28.

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR3) oscilaram (0.06%), com volume financeiro de R$429.248.223 sendo negociada no final do pregão a R$31.71 com preço de abertura de R$31.69.

* LOJAS RENNER S.A. (LREN3) oscilaram (2.85%), com volume financeiro de R$398.859.203 sendo negociada no final do pregão a R$50.5 com preço de abertura de R$49.1.

* MAGAZINE LUIZA S.A. (MGLU3) oscilaram (-3.18%), com volume financeiro de R$347.391.885 sendo negociada no final do pregão a R$42 com preço de abertura de R$43.38.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$8.269.119.215


 25/10/2019 - PETR3 - Comunicado ao Mercado - Desempenho do 3º trimestre 2019 ?

   Desempenho do
   3º trimestre 2019
   ?
   Webcast
   25 de outubro de 2019
   P-68
   1

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 24/10/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: PETR4(-2.85%) / PETR3(-2.28%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR4(-2.85%) e PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR3(-2.28%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (-2.85%), com volume financeiro de R$1.730.604.226 sendo negociada no final do pregão a R$28.32 com preço de abertura de R$29.15.

* LOCALIZA RENT A CAR S.A. (RENT3) oscilaram (-1.12%), com volume financeiro de R$1.077.862.978 sendo negociada no final do pregão a R$41.64 com preço de abertura de R$42.11.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (-0.92%), com volume financeiro de R$1.051.343.914 sendo negociada no final do pregão a R$47.3 com preço de abertura de R$47.74.

* ITAU UNIBANCO HOLDING S.A. (ITUB4) oscilaram (0.27%), com volume financeiro de R$995.795.204 sendo negociada no final do pregão a R$36.56 com preço de abertura de R$36.46.

* AMBEV S.A. (ABEV3) oscilaram (2.51%), com volume financeiro de R$820.749.847 sendo negociada no final do pregão a R$19.19 com preço de abertura de R$18.72.

* BCO BRADESCO S.A. (BBDC4) oscilaram (-0.2%), com volume financeiro de R$765.231.874 sendo negociada no final do pregão a R$35.26 com preço de abertura de R$35.33.

* VALE S.A. (VALE3) oscilaram (-1.5%), com volume financeiro de R$685.921.850 sendo negociada no final do pregão a R$46.75 com preço de abertura de R$47.46.

* LOJAS RENNER S.A. (LREN3) oscilaram (-3.56%), com volume financeiro de R$560.755.619 sendo negociada no final do pregão a R$49.27 com preço de abertura de R$51.09.

* CIA SIDERURGICA NACIONAL (CSNA3) oscilaram (-2.27%), com volume financeiro de R$397.042.792 sendo negociada no final do pregão a R$12.51 com preço de abertura de R$12.8.

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR3) oscilaram (-2.28%), com volume financeiro de R$364.993.616 sendo negociada no final do pregão a R$30.81 com preço de abertura de R$31.53.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$8.450.301.920


 24/10/2019 - PETR3 - Fato Relevante - Petrobras anuncia pagamento de remuneração aos acionistas ? Rio de Janeiro, 24 de outubro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?

   Petrobras anuncia pagamento de remuneração aos acionistas
   ?
   Rio de Janeiro, 24 de outubro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras informa que seu
   Conselho de Administração, em reunião realizada hoje, aprovou a
   distribuição de remuneração
   antecipada aos acionistas sob a forma de juros sobre capital próprio
   (JCP), no valor total bruto de
   R$ 2.608.840.252,20, equivalente a R$ 0,20 por ação ordinária e
   preferencial em circulação.
   O pagamento do referido JCP será realizado em 07 de fevereiro de 2020 e
   os acionistas terão direito
   à remuneração na seguinte forma:
   1. A data de corte para os detentores de ações de emissão da Petrobras
   negociadas na B3 será
   no dia 11 de novembro de 2019 e a record date para os detentores de
   American Depositary Receipts
   (ADRs) negociadas na New York Stock Exchange ? NYSE será o dia 13
   novembro de 2019.
   2. As ações da Petrobras serão negociadas ex-direitos na B3 e NYSE a
   partir de 12 de novembro
   de 2019.
   3. Os detentores de ADRs receberão o pagamento a partir de 17 de
   fevereiro de 2020.
   O valor de R$ 0,20 será corrigido pela taxa Selic de 31/12/2019 até o
   dia 07/02/2020.
   De acordo com a legislação vigente no Brasil, a distribuição de JCP
   está sujeita à retenção de imposto
   de renda na fonte, exceto para os acionistas cujos dados cadastrais
   comprovem a condição de
   imunes, isentos ou acionistas domiciliados em países ou jurisdições
   para os quais a legislação
   estabeleça tratamento diverso.
   O valor antecipado aos acionistas a título de JCP será descontado dos
   dividendos mínimos
   obrigatórios, inclusive para fins de pagamento dos dividendos mínimos
   prioritários das ações
   preferenciais.
   Essa antecipação está alinhada às premissas de estabilidade e
   previsibilidade dos fluxos de
   pagamento aos acionistas, conforme previsto na Política de Remuneração
   aos Acionistas da
   Petrobras, que pode ser acessada pela internet no site da companhia
   (http://www.petrobras.com.br/ri).

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 24/10/2019 - PETR3 - Comunicado ao Mercado - www.petrobras.com.br/ri Para mais informações: PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores

   www.petrobras.com.br/ri
   Para mais informações:
   PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores
   e-mail: petroinvest@petrobras.com.br/acionistas@petrobras.com.br
   Av. República do Chile, 65 ? 1002 ? 20031-912 ? Rio de Janeiro, RJ.
   Tel.: 55 (21) 3224-1510/9947 | 0800-282-1540
   Este documento pode conter previsões segundo o significado da Seção 27A
   da Lei de Valores Mobiliários de 1933, conforme alterada (Lei de
   Valores Mobiliários) e Seção
   21E da lei de Negociação de Valores Mobiliários de 1934 conforme
   alterada (Lei de Negociação) que refletem apenas expectativas dos
   administradores da Companhia.
   Os termos: ?antecipa?, ?acredita?, ?espera?, ?prevê?, ?pretende?,
   ?planeja?, ?projeta?, ?objetiva?, ?deverá?, bem como outros termos
   similares, visam a identificar tais
   previsões, as quais, evidentemente, envolvem riscos ou incertezas,
   previstos ou não, pela Companhia. Portanto, os resultados futuros das
   operações da Companhia
   podem diferir das atuais expectativas, e, o leitor não deve se basear
   exclusivamente nas informações aqui contidas.
   Petrobras inicia fase não vinculante de refinarias
   ?
   Rio de Janeiro, 24 de outubro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras, em continuidade ao
   comunicado divulgado em 13 de setembro de 2019, informa o início da
   fase não vinculante referente
   à venda de ativos em refino, que inclui: Refinaria Isaac Sabbá (REMAN)
   no Amazonas, Lubrificantes
   e Derivados de Petróleo do Nordeste (LUBNOR) no Ceará, e Unidade de
   Industrialização do Xisto
   (SIX) no Paraná, assim como seus ativos logísticos correspondentes.
   Os potenciais compradores habilitados para essa fase receberão um
   memorando descritivo
   contendo informações mais detalhadas sobre os ativos em questão, além
   de instruções sobre o
   processo de desinvestimento, incluindo as orientações para elaboração e
   envio das propostas não
   vinculantes.
   A distribuição do memorando descritivo começará hoje para os potenciais
   compradores habilitados
   que assinarem o Acordo de Confidencialidade e a Declaração de
   Conformidade. Os potenciais
   compradores terão até 6 de dezembro de 2019 para assinar e apresentar
   esses documentos à
   Petrobras, devendo manifestar seu interesse na forma prevista nos
   teasers até 22 de novembro de
   2019.
   Os teasers ajustados contendo a prorrogação dos prazos acima estão
   disponíveis no site da
   Petrobras: http://www.petrobras.com.br/ri.
   A presente divulgação ao mercado está de acordo com a Sistemática de
   Desinvestimentos da
   Petrobras e com o regime especial de desinvestimento de ativos pelas
   sociedades de economia
   mista federais, previsto no Decreto 9.188/2017.
   Os desinvestimentos em refino estão alinhados à otimização de portfólio
   e à melhoria de alocação
   do capital da companhia, visando a maximização de valor para os nossos
   acionistas.
   Sobre as refinarias
   A REMAN, localizada em Manaus, no Estado do Amazonas, possui capacidade
   de processamento de
   46 mil barris/dia e seus ativos incluem um terminal de armazenamento.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 24/10/2019 - PETR4 - Balanço trimestral referente a 2019-09-30

PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS
Cnpj: 33.000.167/0001-01
Escriturador: BRADESCO
Site: http://www.petrobras.com.br
Segmento: Exploração. Refino e Distribuição

A empresa PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4), informou os resultados do balanço trimestral consolidado referente a data 2019-09-30:

  • O lucro líquido foi de: R$8.840.000.000 (28.04%) em relação ao lucro líquido do mesmo trimestre passado.
  • A receita líquida foi de R$30.006.000.000 (-13.39%) em relacao a receita líquida do mesmo trimestre passado.
  • O patrimônio líquido em R$309.753.000.000 (4.58%) em relação ao patrimônio do mesmo trimestre passado.
O balanço anterior em questão se refere a 2018-09-30 e os dados foram: o lucro líquido foi de: R$6.904.000.000 a receita líquida foi de R$34.644.000.000 o patrimônio líquido em R$296.175.000.000


 24/10/2019 - PETR3 - Balanço trimestral referente a 2019-09-30

PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS
Cnpj: 33.000.167/0001-01
Escriturador: BRADESCO
Site: http://www.petrobras.com.br
Segmento: Exploração. Refino e Distribuição

A empresa PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR3), informou os resultados do balanço trimestral consolidado referente a data 2019-09-30:

  • O lucro líquido foi de: R$8.840.000.000 (28.04%) em relação ao lucro líquido do mesmo trimestre passado.
  • A receita líquida foi de R$30.006.000.000 (-13.39%) em relacao a receita líquida do mesmo trimestre passado.
  • O patrimônio líquido em R$309.753.000.000 (4.58%) em relação ao patrimônio do mesmo trimestre passado.
O balanço anterior em questão se refere a 2018-09-30 e os dados foram: o lucro líquido foi de: R$6.904.000.000 a receita líquida foi de R$34.644.000.000 o patrimônio líquido em R$296.175.000.000


 23/10/2019 - PETR3 - Fato Relevante - Petrobras sobre Aditivo ao Contrato de Cessão Onerosa ? Rio de Janeiro, 23 de outubro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?

   Petrobras sobre Aditivo ao Contrato de Cessão Onerosa
   ?
   Rio de Janeiro, 23 de outubro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras, em
   complemento ao comunicado divulgado em 21 de maio de 2019, informa que
   seu Conselho de
   Administração ratificou a assinatura e aprovou ajustes na minuta do
   Termo Aditivo do
   Contrato de Cessão Onerosa.
   Tal ratificação ocorre após a publicação da Portaria MME n° 265, de 21
   de junho de 2019,
   e da
   Portaria MME n° 363/2019, de 18 de setembro de 2019, que alterou a
   Portaria MME nº
   213/2019, de 23 de abril de 2019, tendo em vista o entendimento da
   Companhia de que tais
   atos normativos são aceitáveis e refletem a implementação de
   recomendações do Tribunal de
   Contas da União (TCU) ao Ministério de Minas e Energia.
   Os ajustes na minuta do Termo Aditivo foram realizados também em
   decorrência de
   solicitação formal do Ministério de Minas e Energia, em resposta a
   ressalvas apresentadas
   pelo TCU, e não afetam os direitos da Petrobras.
   O aditivo prevê o ressarcimento à Petrobras de US$ 9,058 bilhões (nove
   bilhões e cinquenta e
   oito milhões de dólares), que, convertidos para Reais de acordo com as
   regras do Contrato de
   Cessão Onerosa e atualizados pela taxa Selic até 30 de setembro de
   2019, somam R$ 34,075
   bilhões (trinta e quatro bilhões e setenta e cinco milhões de reais). O
   valor do ressarcimento
   será atualizado pela Selic até sua efetiva quitação, que ocorrerá
   juntamente com o
   recebimento, em montante igual ou superior, pela União, do bônus de
   assinatura da licitação
   dos volumes excedentes ao Contrato de Cessão Onerosa ou até 27 de
   dezembro de 2020, o
   que ocorrer primeiro.
   O órgão colegiado recomendou ainda que a celebração do Termo Aditivo
   ocorra até
   31/10/2019, ou seja, previamente à realização do leilão dos excedentes
   da Cessão Onerosa, e
   que sua assinatura esteja condicionada à solução orçamentaria
   para o pagamento pela União
   à Petrobras.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 22/10/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: PETR4(2.77%) / JBSS3(0.9%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR4(2.77%) e JBS S.A. JBSS3(0.9%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (2.77%), com volume financeiro de R$1.827.282.209 sendo negociada no final do pregão a R$28.57 com preço de abertura de R$27.8.

* ITAU UNIBANCO HOLDING S.A. (ITUB4) oscilaram (3.19%), com volume financeiro de R$1.262.206.668 sendo negociada no final do pregão a R$35.88 com preço de abertura de R$34.77.

* BCO BRADESCO S.A. (BBDC4) oscilaram (2.85%), com volume financeiro de R$1.000.598.570 sendo negociada no final do pregão a R$35 com preço de abertura de R$34.03.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (1.94%), com volume financeiro de R$806.412.458 sendo negociada no final do pregão a R$47.4 com preço de abertura de R$46.5.

* VALE S.A. (VALE3) oscilaram (0.04%), com volume financeiro de R$718.945.005 sendo negociada no final do pregão a R$47.3 com preço de abertura de R$47.28.

* B3 S.A. - BRASIL, BOLSA, BALCÃO (B3SA3) oscilaram (1.78%), com volume financeiro de R$456.914.970 sendo negociada no final do pregão a R$47.53 com preço de abertura de R$46.7.

* AMBEV S.A. (ABEV3) oscilaram (-0.53%), com volume financeiro de R$435.186.657 sendo negociada no final do pregão a R$18.77 com preço de abertura de R$18.87.

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR3) oscilaram (3.13%), com volume financeiro de R$367.994.776 sendo negociada no final do pregão a R$31.28 com preço de abertura de R$30.33.

* ITAUSA INVESTIMENTOS ITAU S.A. (ITSA4) oscilaram (2.26%), com volume financeiro de R$313.746.486 sendo negociada no final do pregão a R$13.56 com preço de abertura de R$13.26.

* JBS S.A. (JBSS3) oscilaram (0.9%), com volume financeiro de R$287.397.533 sendo negociada no final do pregão a R$30.25 com preço de abertura de R$29.98.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$7.476.685.332


 18/10/2019 - PETR3 - Fato Relevante - www.petrobras.com.br/ri Para mais informações: PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores

   www.petrobras.com.br/ri
   Para mais informações:
   PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores
   e-mail: petroinvest@petrobras.com.br/acionistas@petrobras.com.br
   Av. República do Chile, 65 ? 1002 ? 20031-912 ? Rio de Janeiro, RJ.
   Tel.: 55 (21) 3224-1510/9947 | 0800-282-1540
   Este documento pode conter previsões segundo o significado da Seção 27A
   da Lei de Valores Mobiliários de 1933, conforme alterada (Lei de
   Valores Mobiliários) e Seção
   21E da lei de Negociação de Valores Mobiliários de 1934 conforme
   alterada (Lei de Negociação) que refletem apenas expectativas dos
   administradores da Companhia.
   Os termos: ?antecipa?, ?acredita?, ?espera?, ?prevê?, ?pretende?,
   ?planeja?, ?projeta?, ?objetiva?, ?deverá?, bem como outros termos
   similares, visam a identificar tais
   previsões, as quais, evidentemente, envolvem riscos ou incertezas,
   previstos ou não, pela Companhia. Portanto, os resultados futuros das
   operações da Companhia
   podem diferir das atuais expectativas, e, o leitor não deve se basear
   exclusivamente nas informações aqui contidas.
   Petrobras informa sobre provisionamentos
   ?
   Rio de Janeiro, 18 de outubro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras informa, no âmbito
   de seu processo contínuo de avaliação de contingências, que
   provisionará R$ 3,2 bilhões em
   decorrência de: (i) litígios envolvendo a empresa Sete Brasil; (ii)
   processo ambiental do Estado
   do Paraná; e (iii) litígios sobre participação especial e royalties
   envolvendo a ANP.
   O efeito decorrente desses provisionamentos será reconhecido no
   resultado consolidado da
   Petrobras do 3º trimestre de 2019.
   As informações referentes a essas contingências estão apresentadas nas
   demonstrações
   financeiras do 4º trimestre de 2018, através da nota explicativa 31.3.
   Processos judiciais não
   provisionados.
   A companhia permanece em defesa de seus interesses nos processos em
   curso.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 15/10/2019 - PETR3 - Comunicado ao Mercado - www.petrobras.com.br/ri Para mais informações: PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores

   www.petrobras.com.br/ri
   Para mais informações:
   PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores
   e-mail: petroinvest@petrobras.com.br/acionistas@petrobras.com.br
   Av. República do Chile, 65 ? 1002 ? 20031-912 ? Rio de Janeiro, RJ.
   Tel.: 55 (21) 3224-1510/9947 | 0800-282-1540
   Este documento pode conter previsões segundo o significado da Seção 27A
   da Lei de Valores Mobiliários de 1933, conforme alterada (Lei de
   Valores Mobiliários) e Seção
   21E da lei de Negociação de Valores Mobiliários de 1934 conforme
   alterada (Lei de Negociação) que refletem apenas expectativas dos
   administradores da Companhia.
   Os termos: ?antecipa?, ?acredita?, ?espera?, ?prevê?, ?pretende?,
   ?planeja?, ?projeta?, ?objetiva?, ?deverá?, bem como outros termos
   similares, visam a identificar tais
   previsões, as quais, evidentemente, envolvem riscos ou incertezas,
   previstos ou não, pela Companhia. Portanto, os resultados futuros das
   operações da Companhia
   podem diferir das atuais expectativas, e, o leitor não deve se basear
   exclusivamente nas informações aqui contidas.
   Petrobras sobre manifestação de interesse de ativos de E&P
   ?
   Rio de Janeiro, de 15 de outubro de 2019 - A Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras, em continuidade ao
   comunicado divulgado em 30/09/2019, informa que estendeu até o dia
   21/10/2019 o prazo de
   notificação para as empresas expressarem seu interesse na oportunidade
   referente à venda de oito
   blocos exploratórios em terra, localizados na Bacia do Recôncavo. Não
   há prejuízo para as empresas
   que já manifestaram seu interesse.
   O prazo para o envio do Acordo de Confidencialidade assinado e dos
   demais documentos previstos no
   Teaser passou para 25/10/2019.
   O Teaser ajustado está disponível no site da Petrobras:
   www.petrobras.com.br/ri
   As etapas subsequentes serão informadas oportunamente ao mercado.
   Essa operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhoria de
   alocação do capital da
   Companhia, visando à geração de valor para os nossos acionistas.
   Sobre os blocos exploratórios
   Os oito blocos exploratórios em terra, no Estado da Bahia, compreendem
   as concessões REC-T-
   32_R12, REC-T-40_R12, REC-T-50_R12, REC-T-51_R12, REC-T-52_R12,
   REC-T-60_R12, REC-T-
   61_R12 e REC-T-70_R12. Os blocos estão localizados em área com
   infraestrutura instalada e sistema
   petrolífero comprovado, próximos de campos em produção. A Petrobras
   detém 100% de participação
   nestas oito concessões. As ofertas deverão ser realizadas por bloco.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 15/10/2019 - PETR3 - Comunicado ao Mercado - www.petrobras.com.br/ri Para mais informações: PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores

   www.petrobras.com.br/ri
   Para mais informações:
   PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores
   e-mail: petroinvest@petrobras.com.br/acionistas@petrobras.com.br
   Av. República do Chile, 65 ? 1002 ? 20031-912 ? Rio de Janeiro, RJ.
   Tel.: 55 (21) 3224-1510/9947 | 0800-282-1540
   Este documento pode conter previsões segundo o significado da Seção 27A
   da Lei de Valores Mobiliários de 1933, conforme alterada (Lei de
   Valores Mobiliários) e Seção 21E
   da lei de Negociação de Valores Mobiliários de 1934 conforme alterada
   (Lei de Negociação) que refletem apenas expectativas dos
   administradores da Companhia. Os termos:
   ?antecipa?, ?acredita?, ?espera?, ?prevê?, ?pretende?, ?planeja?,
   ?projeta?, ?objetiva?, ?deverá?, bem como outros termos similares,
   visam a identificar tais previsões, as quais,
   evidentemente, envolvem riscos ou incertezas, previstos ou não, pela
   Companhia. Portanto, os resultados futuros das operações da Companhia
   podem diferir das atuais
   expectativas, e, o leitor não deve se basear exclusivamente nas
   informações aqui contidas.
   Petrobras assina contratos de afretamento para Marlim
   ?
   Rio de Janeiro, 15 de outubro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras informa que assinou cartas
   de intenção com a empresa japonesa Modec (Unidade de Marlim 1) e a
   empresa malasiana Yinson (Unidade
   de Marlim 2), para o afretamento de duas plataformas do tipo FPSO. As
   unidades serão utilizadas no
   projeto de desenvolvimento da produção da revitalização dos campos de
   Marlim e Voador - módulos 1 e
   2, localizados na Bacia de Campos.
   As plataformas serão instaladas a cerca de 150 km da costa brasileira,
   em lâminas d?água de
   aproximadamente 670 metros (FPSO Marlim 1) e 930 metros (FPSO Marlim
   2).
   Os dois projetos terão capacidades de processar até 80 mil bpd (FPSO
   Marlim 1) e 70 mil bpd (FPSO Marlim
   2) de petróleo e 7 milhões de m³/dia (FPSO Marlim 1) e 4 milhões de
   m³/dia (FPSO Marlim 2) de gás natural.
   O início da produção está previsto para os anos de 2022 e 2023,
   conforme Plano de Negócios e Gestão
   2019-2023. As unidades serão operadas e afretadas por 25 anos.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 11/10/2019 - PETR3 - Fato Relevante - www.petrobras.com.br/ri Para mais informações: PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores

   www.petrobras.com.br/ri
   Para mais informações:
   PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores
   e-mail: petroinvest@petrobras.com.br/acionistas@petrobras.com.br
   Av. República do Chile, 65 ? 1002 ? 20031-912 ? Rio de Janeiro, RJ.
   Tel.: 55 (21) 3224-1510/9947 | 0800-282-1540
   Este documento pode conter previsões segundo o significado da Seção 27A
   da Lei de Valores Mobiliários de 1933, conforme alterada (Lei de
   Valores Mobiliários) e Seção
   21E da lei de Negociação de Valores Mobiliários de 1934 conforme
   alterada (Lei de Negociação) que refletem apenas expectativas dos
   administradores da Companhia.
   Os termos: ?antecipa?, ?acredita?, ?espera?, ?prevê?, ?pretende?,
   ?planeja?, ?projeta?, ?objetiva?, ?deverá?, bem como outros termos
   similares, visam a identificar tais
   previsões, as quais, evidentemente, envolvem riscos ou incertezas,
   previstos ou não, pela Companhia. Portanto, os resultados futuros das
   operações da Companhia
   podem diferir das atuais expectativas, e, o leitor não deve se basear
   exclusivamente nas informações aqui contidas.
   Petrobras assina contrato para venda do Polo Lagoa Parda
   ?
   Rio de Janeiro, 11 de outubro de 2019 - A Petróleo Brasileiro S.A. -
   Petrobras informa que assinou hoje
   com a Imetame Energia Lagoa Parda Ltda, subsidiária integral da Imetame
   Energia Ltda, contrato para
   a venda da totalidade de suas participações dos campos terrestres do
   Polo Lagoa Parda, localizado no
   estado do Espírito Santo, próximo ao município de Linhares.
   O valor da venda é de US$ 9.372.466,00, a ser pago em duas parcelas:
   (i) US$ 1.405.869,90 na assinatura
   do contrato; e (ii) US$ 7.966.596,10 no fechamento da transação, sem
   considerar os ajustes devidos.
   O fechamento da transação está sujeito ao cumprimento de condições
   precedentes, tais como a
   aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e
   pela Agência Nacional do
   Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).
   A operação está de acordo com a Sistemática para Desinvestimentos da
   Petrobras e com as
   disposições do procedimento especial de cessão de direitos de
   exploração, desenvolvimento e
   produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos,
   previsto no Decreto 9.355/2018.
   A transação está alinhada à otimização do portfólio e à melhoria de
   alocação do capital da companhia,
   visando à geração de valor para os nossos acionistas.
   Sobre o Polo Lagoa Parda
   O Polo Lagoa Parda compreende três concessões terrestres em produção:
   Lagoa Parda, Lagoa Parda
   Norte e Lagoa Piabanha. A Petrobras é operadora com 100% de
   participação nos três campos. A
   produção média atual do Polo é de aproximadamente 300 barris de óleo
   por dia (bpd) e 5,5 mil m
   3
   /dia
   de gás.
   Sobre a Imetame Energia
   A Imetame Energia é uma empresa brasileira, que atua no segmento de
   óleo e gás como operadora de
   blocos e campos terrestres nas Bacias Sedimentares Brasileiras do
   Recôncavo (BA), Potiguar (RN),
   Espírito Santo (ES) e São Francisco (MG) com produção média de 820
   boe/dia.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 10/10/2019 - PETR3 - Comunicado ao Mercado - Resultado da 16ª Rodada de Licitações da ANP ? Rio de Janeiro, 10 de outubro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?

   Resultado da 16ª Rodada de Licitações da ANP
   ?
   Rio de Janeiro, 10 de outubro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras informa que adquiriu
   um bloco marítimo na 16ª Rodada de Licitações no Regime de Concessão,
   realizada hoje, pela Agência
   Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A companhia
   dá continuidade à sua
   estratégia de atuação em parcerias e será a operadora desse bloco.
   O valor do bônus de assinatura a ser pago ainda em 2019 pela companhia
   é de cerca de R$ 1,432
   bilhão. Além do bônus de assinatura, também foi considerado como
   critério de julgamento do leilão
   o Programa Exploratório Mínimo (PEM) a ser aplicado no bloco, expresso
   em Unidades de Trabalho
   (UTs) ? que abrangem a quantidade de poços a serem perfurados, bem como
   a extensão da sísmica a
   ser empregada durante a atividade exploratória.
   O quadro abaixo resume o resultado da participação da Petrobras na 16ª
   Rodada de Licitações da
   ANP:
   Bacia
   Sedimentar
   Bloco
   Composição
   do Consórcio
   PEM do Consórcio
   (UTs)
   Bônus
   Parcela Petrobras
   (R$)
   Campos
   C-M-477
   Petrobras* 70%
   BP 30%
   1371
   1.431.500.000,00
   *Operador
   A exemplo das últimas rodadas de licitação, a Petrobras, refletindo a
   visão estratégica de
   recomposição do seu portfólio exploratório, em busca de assegurar a
   sustentabilidade da produção
   futura de óleo e gás da companhia, atuou de forma seletiva no leilão
   realizado hoje.
   O bloco, localizado em águas profundas na Bacia de Campos, foi
   adquirido pela Petrobras em parceria
   com a BP Energy do Brasil Ltda. As companhias identificaram neste bloco
   um grande potencial
   geológico, que suporta sua proposta competitiva. Os blocos
   exploratórios desta região da Bacia de
   Campos têm sido objeto de interesse e elevada disputa nas rodadas de
   licitação da ANP realizadas
   em 2017 e 2018.
   A atuação em consórcios com importantes empresas está alinhada com o
   objetivo estratégico da
   Petrobras de fortalecer parcerias, compartilhando riscos, combinando
   competências técnicas e
   tecnológicas e capturando sinergias para alavancar resultados.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 09/10/2019 - PETR3 - Comunicado ao Mercado - www.petrobras.com.br/ri Para mais informações: PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores

   www.petrobras.com.br/ri
   Para mais informações:
   PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores
   e-mail: petroinvest@petrobras.com.br/acionistas@petrobras.com.br
   Av. República do Chile, 65 ? 1002 ? 20031-912 ? Rio de Janeiro, RJ.
   Tel.: 55 (21) 3224-1510/9947 | 0800-282-1540
   Este documento pode conter previsões segundo o significado da Seção 27A
   da Lei de Valores Mobiliários de 1933, conforme alterada (Lei de
   Valores Mobiliários) e Seção
   21E da lei de Negociação de Valores Mobiliários de 1934 conforme
   alterada (Lei de Negociação) que refletem apenas expectativas dos
   administradores da Companhia.
   Os termos: ?antecipa?, ?acredita?, ?espera?, ?prevê?, ?pretende?,
   ?planeja?, ?projeta?, ?objetiva?, ?deverá?, bem como outros termos
   similares, visam a identificar tais
   previsões, as quais, evidentemente, envolvem riscos ou incertezas,
   previstos ou não, pela Companhia. Portanto, os resultados futuros das
   operações da Companhia
   podem diferir das atuais expectativas, e, o leitor não deve se basear
   exclusivamente nas informações aqui contidas.
   Petrobras e Equinor celebram Memorando de Entendimentos
   focado na cadeia de valor do gás natural
   ?
   Rio de Janeiro, 09 de outubro de 2019 ? Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras informa que, em
   continuidade à Parceria Estratégica firmada em 18/12/2017, assinou hoje
   com a Equinor ASA
   ? Equinor, localizada em Oslo, Noruega, um Memorando de Entendimentos
   (?MOU?) focado no
   desenvolvimento conjunto de negócios voltados para a cadeia de valor do
   gás natural
   produzido a partir dos projetos em parceria.
   Um dos principais objetivos do MOU é a maximização de valor no segmento
   de downstream
   de ambas as empresas, através de projetos de geração termelétrica a gás
   natural, bem como
   a realização de estudos de viabilidade sobre ativos de processamento de
   gás e escoamento
   de líquidos nas áreas do TECAB (Terminal de Cabiúnas em Macaé, RJ) e do
   COMPERJ
   (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro em Itaboraí, RJ), onde há uma
   unidade de
   processamento de gás natural (UPGN) em construção, ambos pertencentes à
   Petrobras. Esses
   locais têm potencial de se tornarem relevantes polos de gás natural no
   país nos próximos
   anos.
   O MOU foi assinado no Rio de Janeiro pelo presidente da Petrobras,
   Roberto Castello Branco
   e pelo CEO da Equinor, Eldar Saetre, com o propósito de confirmar a
   intenção das partes de
   combinar esforços em investimentos nos segmentos de gás natural, gás
   natural liquefeito
   (GNL) e geração elétrica e, embora tenha natureza não vinculante,
   indica a intenção das duas
   companhias em trabalhar conjuntamente para desenvolver projetos nesses
   segmentos.
   Atualmente, a Petrobras e a Equinor são parceiras no campo de Roncador
   e nos blocos
   exploratórios BM-C-33, Dois Irmãos e C-M-709 dentre outros e a
   realização deste MOU
   reforça o relacionamento entre as partes, estando alinhada com o Plano
   de Negócios da
   Petrobras.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 08/10/2019 - PETR3 - Fato Relevante - Petrobras conclui a venda dos campos de Pargo, Carapeba e Vermelho ?

   Petrobras conclui a venda dos campos de Pargo,
   Carapeba e Vermelho
   ?
   Rio de Janeiro, 08 de outubro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras, em continuidade
   ao comunicado de 28/11/2018, informa que finalizou hoje a venda da
   totalidade da sua
   participação nos campos de Pargo, Carapeba e Vermelho, localizados em
   águas rasas na costa do
   estado do Rio de Janeiro, para a empresa Perenco Petróleo e Gás do
   Brasil Ltda (?Perenco?).
   Após o cumprimento de todas as condições precedentes, a operação foi
   concluída com o
   pagamento de cerca de US$ 324 milhões para a Petrobras, já com os
   ajustes previstos no
   contrato. Esse valor se soma ao montante de US$ 74 milhões pagos à
   Petrobras na assinatura
   dos contratos de venda.
   Essa operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhoria de
   alocação do capital da
   companhia, visando à geração de valor para os nossos acionistas.
   Sobre os ativos
   O campo de Pargo foi descoberto em 1975 e os campos de Carapeba e
   Vermelho em 1982 tendo
   sua produção se iniciado em 1988. Essas concessões foram outorgadas à
   Petrobras em 1998 na
   chamada Rodada Zero de licitações. O sistema de produção desses campos
   é integrado e
   consiste em sete plataformas do tipo jaqueta fixa. Com o fechamento da
   transação, a Perenco
   passa a ser a operadora dos campos.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 04/10/2019 - PETR3 - Comunicado ao Mercado - www.petrobras.com.br/ri Para mais informações: PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores

   www.petrobras.com.br/ri
   Para mais informações:
   PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores
   e-mail: petroinvest@petrobras.com.br/acionistas@petrobras.com.br
   Av. República do Chile, 65 ? 1002 ? 20031-912 ? Rio de Janeiro, RJ.
   Tel.: 55 (21) 3224-1510/9947 | 0800-282-1540
   Este documento pode conter previsões segundo o significado da Seção 27A
   da Lei de Valores Mobiliários de 1933, conforme alterada (Lei de
   Valores Mobiliários) e Seção
   21E da lei de Negociação de Valores Mobiliários de 1934 conforme
   alterada (Lei de Negociação) que refletem apenas expectativas dos
   administradores da Companhia.
   Os termos: ?antecipa?, ?acredita?, ?espera?, ?prevê?, ?pretende?,
   ?planeja?, ?projeta?, ?objetiva?, ?deverá?, bem como outros termos
   similares, visam a identificar tais
   previsões, as quais, evidentemente, envolvem riscos ou incertezas,
   previstos ou não, pela Companhia. Portanto, os resultados futuros das
   operações da Companhia
   podem diferir das atuais expectativas, e, o leitor não deve se basear
   exclusivamente nas informações aqui contidas.
   Petrobras inicia fase não vinculante da REGAP
   ?
   Rio de Janeiro, 04 de outubro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras, em continuidade ao
   comunicado divulgado em 13 de setembro de 2019, informa o início da
   fase não vinculante referente
   à venda da Refinaria Gabriel Passos (REGAP) em Minas Gerais, com seus
   ativos logísticos
   correspondentes.
   Os potenciais compradores habilitados para essa fase receberão um
   memorando descritivo
   contendo informações mais detalhadas sobre os ativos em questão, além
   de instruções sobre o
   processo de desinvestimento, incluindo as orientações para elaboração e
   envio das propostas não
   vinculantes.
   Em relação às refinarias Isaac Sabbá (REMAN) no Amazonas, Lubrificantes
   e Derivados de Petróleo
   do Nordeste (LUBNOR) no Ceará e Unidade de Industrialização do Xisto
   (SIX) no Paraná, o início da
   fase não vinculante ocorrerá nas próximas semanas e será divulgado
   oportunamente.
   A presente divulgação ao mercado está de acordo com a Sistemática de
   Desinvestimentos da
   Petrobras e com o regime especial de desinvestimento de ativos pelas
   sociedades de economia
   mista federais, previsto no Decreto 9.188/2017.
   Os desinvestimentos em refino estão alinhados à otimização de portfólio
   e à melhoria de alocação
   do capital da companhia, visando a maximização de valor para os nossos
   acionistas.
   Sobre a REGAP
   A REGAP, localizada no município de Betim, em Minas Gerais, possui
   capacidade de processamento
   de 166 mil barris/dia (7% da capacidade total de refino de petróleo do
   Brasil) e seus ativos incluem
   um conjunto de dutos com mais de 720 Km.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 04/10/2019 - PETR3 - Comunicado ao Mercado - Petrobras paga juros sobre capital próprio ? Rio de Janeiro, 04 de outubro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. -

   Petrobras paga juros sobre capital próprio
   ?
   Rio de Janeiro, 04 de outubro de 2019 ? A Petróleo Brasileiro S.A. -
   Petrobras, em continuidade ao comunicado
   divulgado em 01 de agosto de 2019, informa que está realizando hoje o
   pagamento de juros sobre capital
   próprio (JCP), conforme previsto no art. 9º, parágrafo único, do seu
   Estatuto Social.
   O valor bruto distribuído, no montante de R$ 2.608.840.252,20,
   correspondente a um valor bruto de R$ 0,20
   por ação ordinária ou preferencial, com base na posição acionária de 12
   de agosto de 2019. Sobre o valor de
   R$ 0,20 por ação referente ao JCP, incidirá imposto de renda retido na
   fonte, mediante aplicação da alíquota
   vigente, exceto para os acionistas que comprovadamente se enquadrem na
   condição de imunes ou isentos.
   INSTRUÇÕES QUANTO AO CRÉDITO
   O pagamento será efetuado pelo Banco Bradesco S.A. (Bradesco),
   instituição depositária das ações escriturais
   de emissão da Petrobras.
   Os acionistas correntistas do Bradesco, ou de outros bancos, que
   estejam com o cadastro devidamente
   atualizado, terão seus direitos creditados automaticamente na sua conta
   bancária na data de hoje.
   Para as ações depositadas nas custódias fungíveis das bolsas de
   valores, o pagamento será creditado nas
   respectivas bolsas que, através das corretoras depositantes, repassarão
   o JCP aos acionistas.
   Para os American Depositary Receipts (ADRs) negociados na bolsa de
   valores de Nova York (NYSE), com record
   date em 14 de agosto de 2019, o pagamento ocorrerá a partir do dia 14
   de outubro de 2019 através do BNY
   Mellon, banco depositário dos ADRs da Petrobras.
   Os juros sobre capital próprio não reclamados no prazo de 3 (três)
   anos, a contar da data do pagamento (04 de
   outubro de 2019), prescreverão e reverterão em favor da companhia (Lei
   6404/76, art. 287, inciso II, item a).
   O valor antecipado aos acionistas a título de JCP, reajustado pela taxa
   Selic desde a data do pagamento até o
   encerramento do exercício, será descontado dos dividendos mínimos
   obrigatórios (art. 53, § 3º, do Estatuto
   Social), inclusive para fins de pagamento de dividendos prioritários
   mínimos das ações preferenciais.
   Mais informações poderão ser obtidas através de qualquer agência do
   Bradesco ou pelo telefone 0800-
   7011616.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 01/10/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: PETR4(-0.33%) / BRFS3(0.9%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR4(-0.33%) e BRF S.A. BRFS3(0.9%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (-0.33%), com volume financeiro de R$892.375.022 sendo negociada no final do pregão a R$27.51 com preço de abertura de R$27.6.

* VALE S.A. (VALE3) oscilaram (-0.29%), com volume financeiro de R$772.264.545 sendo negociada no final do pregão a R$47.71 com preço de abertura de R$47.85.

* ITAU UNIBANCO HOLDING S.A. (ITUB4) oscilaram (-2.84%), com volume financeiro de R$590.242.470 sendo negociada no final do pregão a R$34.22 com preço de abertura de R$35.22.

* BCO BRADESCO S.A. (BBDC4) oscilaram (-2.39%), com volume financeiro de R$479.001.376 sendo negociada no final do pregão a R$33.46 com preço de abertura de R$34.28.

* AMBEV S.A. (ABEV3) oscilaram (0.05%), com volume financeiro de R$471.448.209 sendo negociada no final do pregão a R$19.31 com preço de abertura de R$19.3.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (-1.66%), com volume financeiro de R$297.300.430 sendo negociada no final do pregão a R$44.95 com preço de abertura de R$45.71.

* B3 S.A. - BRASIL, BOLSA, BALCÃO (B3SA3) oscilaram (-0.23%), com volume financeiro de R$275.385.625 sendo negociada no final do pregão a R$43.77 com preço de abertura de R$43.87.

* ITAUSA INVESTIMENTOS ITAU S.A. (ITSA4) oscilaram (-1.89%), com volume financeiro de R$270.961.414 sendo negociada no final do pregão a R$12.95 com preço de abertura de R$13.2.

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR3) oscilaram (-0.6%), com volume financeiro de R$248.646.636 sendo negociada no final do pregão a R$29.98 com preço de abertura de R$30.16.

* BRF S.A. (BRFS3) oscilaram (0.9%), com volume financeiro de R$240.969.793 sendo negociada no final do pregão a R$37.99 com preço de abertura de R$37.65.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$4.538.595.520


 01/10/2019 - PETR3 - Comunicado ao Mercado - www.petrobras.com.br/ri Para mais informações: PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores

   www.petrobras.com.br/ri
   Para mais informações:
   PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. ? PETROBRAS | Relações com Investidores
   e-mail: petroinvest@petrobras.com.br/acionistas@petrobras.com.br
   Av. República do Chile, 65 ? 1002 ? 20031-912 ? Rio de Janeiro, RJ.
   Tel.: 55 (21) 3224-1510/9947 | 0800-282-1540
   Este documento pode conter previsões segundo o significado da Seção 27A
   da Lei de Valores Mobiliários de 1933, conforme alterada (Lei de
   Valores Mobiliários) e Seção 21E
   da lei de Negociação de Valores Mobiliários de 1934 conforme alterada
   (Lei de Negociação) que refletem apenas expectativas dos
   administradores da Companhia. Os termos:
   ?antecipa?, ?acredita?, ?espera?, ?prevê?, ?pretende?, ?planeja?,
   ?projeta?, ?objetiva?, ?deverá?, bem como outros termos similares,
   visam a identificar tais previsões, as quais,
   evidentemente, envolvem riscos ou incertezas, previstos ou não, pela
   Companhia. Portanto, os resultados futuros das operações da Companhia
   podem diferir das atuais
   expectativas, e, o leitor não deve se basear exclusivamente nas
   informações aqui contidas.
   Petrobras sobre Acordo Coletivo de Trabalho
   ?
   Rio de Janeiro, 01 de outubro de 2019 - A Petróleo Brasileiro S.A. ?
   Petrobras informa que
   desde maio de 2019 vem negociando com as entidades sindicais com o
   intuito de chegar a
   um entendimento sobre o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2019-2020.
   Após mais de 20
   reuniões entre representantes da empresa e dos sindicatos, com a
   apresentação de três
   propostas pela companhia, que não foram acolhidas, a Petrobras recorreu
   à mediação do
   Tribunal Superior do Trabalho (TST) no intuito de chegar a um consenso.
   O TST, após realizar diversas reuniões com as partes, apresentou uma
   proposta em
   19/09/2019 para ser submetida à categoria pelos sindicatos. Até o
   momento as entidades
   sindicais não submeteram a proposta do tribunal aos empregados e,
   portanto, não houve
   acordo entre as partes.
   Considerando que o ACT 2017-2019 venceu em 30 de setembro, após um mês
   de
   prorrogação, perdendo seus efeitos, a Petrobras está iniciando uma
   transição para a
   legislação trabalhista vigente a partir de hoje.
   Apesar de não ter havido convergência entre as entidades sindicais e a
   Petrobras, a
   companhia continua aberta ao diálogo e entende que o caminho da
   negociação deve sempre
   ser perseguido pelas partes.
   A Petrobras reforça seu compromisso com a transparência na comunicação
   e que seu
   objetivo sempre foi chegar na melhor proposta para os empregados, mas
   sem colocar em
   risco a saúde financeira e sustentabilidade da companhia.
   A companhia continuará firme em sua trajetória para se tornar mais
   forte e competitiva por
   meio da execução de seu amplo e profundo programa de ajustes, que
   inclui a gestão ativa de
   seu portfólio alinhada à gestão eficiente de pessoal, investimentos em
   treinamento e
   capacitação, transformação digital, tecnologia, segurança, proteção do
   meio ambiente e
   otimização de custos.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa