Analisar e acompanhar CIEL3:
Se você tem o objetivo em investir no longo prazo para formação de um patrimônio sólido com menor risco, confira como nós podemos te ajudar:


CIEL3
CIELO S.A.
CNPJ: 01.027.058/0001-91
http://www.cielo.com.br

Informações Gerais

Setor: Financeiro
Segmento: Serviços Financeiros Diversos
Data: 2019-11-11
Fechamento: R$ 8,02
Min. 52 sem.: R$ 6,25
Máx. 52 sem.: R$ 12,25
Preço de mercado:
R$ 21.788.856.789,22
N. Ações: 2.716.815.061
Sócio Maj.: Columbus Holding S.A. (28.65%)



Investir em ações nunca foi tão simples!
Vamos aprender agora investir em ações?


Indicadores Fundamentalistas:

Preço/Lucro: 6.12 Preço/Vpa: 1.47
Div. Yield: 21.7%
Lpa: R$ 1,31
Vpa: R$ 5,47 Margem Líq. anual: 30,46%
Roe anual: 23,94% Liquidez corrente anual: 1,16
Div. Bruta / Patri. Líq. anual: 4,55

Balanço Patrimonial:

Ativo Total anual:
R$ 82.563.091.000,00
Disponivel anual:
R$ 65.967.300.000,00
Ativo Circulante anual:
R$ 65.967.300.000,00
Dívida Bruta anual:
R$ 67.692.995.000,00
Dívida Líq. anual:
R$ 1.725.695.000,00
Patrimônio Líq. anual:
R$ 14.870.096.000,00

Demonstrativos de resultados

Último Anual (2018-12-31)
Receita Líq. anual:
R$ 5.442.735.000,00
Lucro Líq. anual:
R$ 3.559.435.000,00
Último Trimestral (2019-09-30)
Receita Líq. Trimestral:
R$ 612.708.000,00
Lucro Líq. Trimestral:
R$ 358.063.000,00


 07/11/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: PETR4(3%) / KLBN11(5.36%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR4(3%) e KLABIN S.A. KLBN11(5.36%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (3%), com volume financeiro de R$2.147.483.647 sendo negociada no final do pregão a R$30.9 com preço de abertura de R$30.

* ITAU UNIBANCO HOLDING S.A. (ITUB4) oscilaram (0.11%), com volume financeiro de R$573.765.015 sendo negociada no final do pregão a R$36.82 com preço de abertura de R$36.78.

* IRB - BRASIL RESSEGUROS S.A. (IRBR3) oscilaram (-4.47%), com volume financeiro de R$537.820.341 sendo negociada no final do pregão a R$36.35 com preço de abertura de R$38.05.

* MAGAZINE LUIZA S.A. (MGLU3) oscilaram (-3.09%), com volume financeiro de R$430.131.648 sendo negociada no final do pregão a R$44.2 com preço de abertura de R$45.61.

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR3) oscilaram (2.29%), com volume financeiro de R$419.659.368 sendo negociada no final do pregão a R$33.45 com preço de abertura de R$32.7.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (-0.5%), com volume financeiro de R$331.729.160 sendo negociada no final do pregão a R$47.81 com preço de abertura de R$48.05.

* CIELO S.A. (CIEL3) oscilaram (2.97%), com volume financeiro de R$251.056.155 sendo negociada no final do pregão a R$7.63 com preço de abertura de R$7.41.

* AMBEV S.A. (ABEV3) oscilaram (-0.17%), com volume financeiro de R$230.005.696 sendo negociada no final do pregão a R$17.56 com preço de abertura de R$17.59.

* NATURA COSMETICOS S.A. (NATU3) oscilaram (3.72%), com volume financeiro de R$216.563.809 sendo negociada no final do pregão a R$34 com preço de abertura de R$32.78.

* KLABIN S.A. (KLBN11) oscilaram (5.36%), com volume financeiro de R$216.148.863 sendo negociada no final do pregão a R$17.68 com preço de abertura de R$16.78.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$5.354.363.702


 05/11/2019 - Proventos pago por: CIEL3

A empresa CIELO S.A. (CIEL3) informou proventos de R$0.0155 por ação (JRSCAPPROPRIO).
Farão jus aos proventos os acionistas que estirem posicionados no ativo no dia 2019-11-05.
Essa decisão foi tomada e aprovada no dia 2019-10-29.


 05/11/2019 - CIEL3 - Aviso aos Acionistas - Aviso aos Acionistas Distribuição de Juros sobre Capital Próprio A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) comunica aos

   Aviso aos Acionistas
   Distribuição de Juros sobre Capital Próprio
   A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) comunica aos
   Senhores Acionistas que, em
   continuidade ao Aviso aos Acionistas divulgado em 29 de outubro de
   2019, o valor final por ação dos Juros
   sobre Capital Próprio (?JCP?) complementares relativos ao terceiro
   trimestre de 2019 é de R$
   0,01548261816.
   Tais JCP complementares serão distribuídos no montante de
   R$42.000.000,00 (quarenta e dois milhões
   de Reais), relativos ao 3° trimestre de 2019, valor este que deverá ser
   somado ao valor de R$
   78.100.000,00 (setenta e oito milhões e cem mil Reais), deliberado em
   reunião do Conselho de
   Administração realizada em 19 de setembro de 2019, totalizando o
   montante de R$ 120.100.000,00
   (cento e vinte milhões e cem mil Reais) distribuídos a título de JCP,
   sujeitos à incidência de imposto de
   renda conforme aplicável a cada caso, os quais serão distribuídos e
   pagos aos acionistas nas proporções
   de suas participações no capital social da Companhia, sendo que não
   farão jus aos JCP as ações mantidas
   em tesouraria.
   Ainda, os JCP serão pagos aos acionistas no dia 18 de novembro de 2019,
   com base na posição acionária
   de 05 de novembro de 2019, sendo as ações da Companhia negociadas ex
   juros sobre capital próprio a
   partir de 06 de novembro de 2019, inclusive. Referidos JCP serão
   imputados ao dividendo mínimo
   obrigatório referente ao exercício social findo em 31 de dezembro de
   2019.
   O pagamento ocorrerá por meio da instituição depositária das ações ?
   Banco Bradesco S.A. (?Banco
   Bradesco?), mediante crédito automático para acionistas correntistas e
   acionistas que já tenham
   informado ao Banco Bradesco o número de seu CPF ou CNPJ e a respectiva
   conta bancária. Os acionistas
   que não tenham feito essa indicação deverão se dirigir a uma agência do
   Banco Bradesco para atualização
   dos dados cadastrais. Informamos que os acionistas detentores de ações
   custodiadas na B3 S.A. ? Brasil,
   Bolsa, Balcão, receberão os JCP por intermédio de seus agentes de
   custódia e os acionistas detentores de
   ADRs (American Depositary Receipts) receberão os JCP por meio do
   Deutsche Bank Trust Company
   Americas, instituição depositária contratada.
   Barueri, 05 de novembro de 2019.
   Gustavo Henrique Santos de Sousa
   Vice-Presidente Executivo de Finanças e Diretor de Relações com
   Investidores

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 30/10/2019 - CIEL3 - Comunicado ao Mercado - Resultados 3T19 30 de outubro, 2019

   Resultados
   3T19
   30 de outubro, 2019

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 29/10/2019 - CIEL3 - Balanço trimestral referente a 2019-09-30

CIELO S.A.
Cnpj: 01.027.058/0001-91
Escriturador: BRADESCO
Site: http://www.cielo.com.br
Segmento: Serviços Financeiros Diversos

A empresa CIELO S.A. (CIEL3), informou os resultados do balanço trimestral individual referente a data 2019-09-30:

  • O lucro líquido foi de: R$358.063.000 (-54.86%) em relação ao lucro líquido do mesmo trimestre passado.
  • A receita líquida foi de R$612.708.000 (-35.29%) em relacao a receita líquida do mesmo trimestre passado.
  • O patrimônio líquido em R$9.297.954.000 (-18.15%) em relação ao patrimônio do mesmo trimestre passado.
O balanço anterior em questão se refere a 2018-09-30 e os dados foram: o lucro líquido foi de: R$793.216.000 a receita líquida foi de R$946.910.000 o patrimônio líquido em R$11.360.145.000


 29/10/2019 - CIEL3 - Aviso aos Acionistas - Aviso aos Acionistas Distribuição de Juros sobre Capital Próprio A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) comunica aos seus

   Aviso aos Acionistas
   Distribuição de Juros sobre Capital Próprio
   A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) comunica aos seus
   acionistas e demais
   interessados que o Conselho de Administração aprovou nesta data, ad
   referendum da Assembleia Geral
   Ordinária da Companhia a ser realizada para a aprovação do resultado do
   exercício social de 2019, a
   distribuição de Juros sobre Capital Próprio (?JCP?) complementares no
   montante de R$42.000.000,00
   (quarenta e dois milhões de Reais), relativos ao 3° trimestre de 2019,
   valor este que deverá ser somado
   ao valor de R$ 78.100.000,00 (setenta e oito milhões e cem mil Reais),
   deliberado em reunião do Conselho
   de Administração realizado em 19 de setembro de 2019, totalizando o
   montante de R$ 120.100.000,00
   (cento e vinte milhões e cem mil Reais) distribuídos a título de JCP.
   Tais JCP estão sujeitos à incidência de imposto de renda conforme
   aplicável a cada caso, os quais serão
   distribuídos e pagos aos acionistas nas proporções de suas
   participações no capital social da Companhia,
   sendo que não farão jus aos JCP as ações mantidas em tesouraria. O
   valor estimado por ação dos JCP é de
   R$0,01548269080 e poderá sofrer alterações em razão de negociações com
   ações em tesouraria pela
   Companhia, incluindo alienações para o cumprimento do programa de
   opções e ações restritas.
   Ainda, os JCP serão pagos aos acionistas no dia 18 de novembro de 2019,
   com base na posição acionária
   de 05 de novembro de 2019, sendo as ações da Companhia negociadas ex
   juros sobre capital próprio a
   partir de 06 de novembro de 2019, inclusive. Referidos JCP serão
   imputados ao dividendo mínimo
   obrigatório referente ao exercício social findo em 31 de dezembro de
   2019.
   O pagamento ocorrerá por meio da instituição depositária das ações ?
   Banco Bradesco S.A. (?Banco
   Bradesco?), mediante crédito automático para acionistas correntistas e
   acionistas que já tenham
   informado ao Banco Bradesco o número de seu CPF ou CNPJ e a respectiva
   conta bancária. Os acionistas
   que não tenham feito essa indicação deverão se dirigir a uma agência do
   Banco Bradesco para atualização
   dos dados cadastrais. Informamos que os acionistas detentores de ações
   custodiadas na B3 S.A. ? Brasil,
   Bolsa, Balcão, receberão os JCP por intermédio de seus agentes de
   custódia e os acionistas detentores de
   ADRs (American Depositary Receipts) receberão os JCP por meio do
   Deutsche Bank Trust Company
   Americas, instituição depositária contratada.
   Barueri, 29 de outubro de 2019.
   Gustavo Henrique Santos de Sousa
   Vice-Presidente Executivo de Finanças e Diretor de Relações com
   Investidores

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 16/10/2019 - CIEL3 - Comunicado ao Mercado - Renúncia de Membro do Conselho de Administração da Cielo A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International: CIOXY), em atendimento ao disposto

   Renúncia de Membro do Conselho de Administração da Cielo
   A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International:
   CIOXY), em atendimento ao disposto
   no §4º do artigo 157 da Lei 6404/76 e na Instrução CVM 358/02, comunica
   aos seus acionistas e aos
   demais interessados que o Sr. Marcelo Augusto Dutra Labuto apresentou
   sua carta de renúncia como
   membro do Conselho de Administração da Companhia.
   Conforme deliberado em Reunião do Conselho de Administração, os
   conselheiros aceitaram a renúncia e
   manifestaram os votos de agradecimento pelo empenho, dedicação e
   contribuição do Sr. Marcelo
   Augusto Dutra Labuto.
   Barueri, 16 de outubro de 2019.
   Gustavo Henrique Santos de Sousa
   Vice-Presidente Executivo de Finanças e Diretor de Relações com
   Investidores

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 15/10/2019 - CIEL3 - Comunicado ao Mercado - Vendas no varejo crescem 3,6% em setembro, segundo o ICVA Resultado do mês foi afetado positivamente pela ?Semana do Brasil? As vendas no varejo brasileiro cre

   Vendas no varejo crescem 3,6% em setembro, segundo o ICVA
   Resultado do mês foi afetado positivamente pela ?Semana do Brasil?
   As vendas no varejo brasileiro cresceram 3,6% em setembro, descontada a
   inflação, em
   comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo o Índice Cielo do
   Varejo Ampliado
   (ICVA). Em termos nominais, que espelham a receita de vendas observadas
   pelo varejista, o ICVA
   apresentou alta de 5,8%.
   O resultado do mês foi impulsionado na comparação com setembro do ano
   passado em razão da
   realização, pela primeira vez, da ?Semana do Brasil?. O evento -
   organizado pelo governo e que
   contou a adesão de várias empresas varejistas - respondeu por 30% da
   aceleração das vendas de
   agosto para setembro.
   ?Os setores de móveis, eletroeletrônicos, lojas de departamento e
   vestuário puxaram as vendas
   em setembro. Grande parte das lojas que aderiram à Semana do Brasil
   está concentrada nesses
   segmentos?, afirma o diretor de Inteligência da Cielo, Gabriel
   Mariotto. ?O resultado de
   setembro seria ainda melhor não fosse a troca de um sábado, dia forte
   de vendas, por uma
   segunda-feira?. Segundo Mariotto, não se deve esperar o mesmo ritmo de
   crescimento em
   outubro porque eventos como a Semana do Brasil não ocorrem todos os
   meses.
   4,9%
   7,2%
   8,5%
   6,9%
   6,8%
   8,0%
   7,2%
   6,8%
   5,4%
   7,6%
   5,7%
   5,8%
   1,5%
   3,2%
   4,4%
   3,3%
   3,5%
   4,7%
   -0,7%
   1,9%
   2,2%
   2,0%
   4,6%
   2,3%
   3,6%
   dez-18set-18 fev-19 ago-19out-18 nov -18 jan-19 mar-19 abr-19 mai-19
   jun-19 jul-19 set-19
   4,0%
   ICVA Nominal
   ICVA Deflacionado*
   *Deflação pelo IPCA ajustado ao mix e pesos dos setores contidos no
   ICVA
   Crescimento da Receita de Vendas sem ajustes de calendário
   Ano contra ano
   BRASIL

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 24/09/2019 - Proventos pago por: CIEL3

A empresa CIELO S.A. (CIEL3) informou proventos de R$0.0288 por ação (JRSCAPPROPRIO).
Farão jus aos proventos os acionistas que estirem posicionados no ativo no dia 2019-09-24.
Essa decisão foi tomada e aprovada no dia 2019-09-19.


 24/09/2019 - CIEL3 - Comunicado ao Mercado - Mudança no Time de Relações com Investidores da Cielo Prezados Investidores e Analistas, A Cielo informa que o Thiago Stanger passará a ser o novo Head do

   Mudança no Time de Relações com Investidores da Cielo
   Prezados Investidores e Analistas,
   A Cielo informa que o Thiago Stanger passará a ser o novo Head do
   Departamento de Tesouraria da
   Empresa. Para substituí-lo, o Jean Philippe Leroy, que se juntou ao
   time de Relações com Investidores (RI)
   no início de agosto, será o Head do Departamento de RI.
   O Ricardo Breakwell ? até então à frente da Tesouraria, permanece como
   Diretor dos Departamentos da
   Contabilidade, Tributos e Revenue Assurance.
   Barueri, 24 de setembro de 2019.
   Gustavo Henrique Santos de Sousa
   Vice-Presidente Executivo de Finanças e Diretor de Relações com
   Investidores

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 24/09/2019 - CIEL3 - Aviso aos Acionistas - Aviso aos Acionistas Distribuição de Juros sobre Capital Próprio A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) comunica aos

   Aviso aos Acionistas
   Distribuição de Juros sobre Capital Próprio
   A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) comunica aos
   Senhores Acionistas que, em
   continuidade ao Aviso aos Acionistas divulgado em 19 de setembro de
   2019, o valor final por ação dos
   Juros sobre Capital Próprio relativos ao terceiro trimestre de 2019
   (?JCP?) é de R$0,02879043217.
   Tais JCP serão distribuídos no montante de R$78.100.000,00 (setenta e
   oito milhões e cem mil reais),
   sujeitos à incidência de imposto de renda conforme aplicável a cada
   caso, os quais serão distribuídos e
   pagos aos acionistas nas proporções de suas participações no capital
   social da Companhia, sendo que não
   farão jus aos JCP as ações mantidas em tesouraria.
   Ainda, os JCP serão pagos aos acionistas no dia 18 de novembro de 2019,
   com base na posição acionária
   de 24 de setembro de 2019, sendo as ações da Companhia negociadas ex
   juros sobre capital próprio a
   partir de 25 de setembro de 2019, inclusive. Referidos JCP serão
   imputados ao dividendo mínimo
   obrigatório referente ao exercício social findo em 31 de dezembro de
   2019.
   O pagamento ocorrerá por meio da instituição depositária das ações ?
   Banco Bradesco S.A. (?Banco
   Bradesco?), mediante crédito automático para acionistas correntistas e
   acionistas que já tenham
   informado ao Banco Bradesco o número de seu CPF ou CNPJ e a respectiva
   conta bancária. Os acionistas
   que não tenham feito essa indicação deverão se dirigir a uma agência do
   Banco Bradesco para atualização
   dos dados cadastrais. Informamos que os acionistas detentores de ações
   custodiadas na B3 S.A. ? Brasil,
   Bolsa, Balcão, receberão os JCP por intermédio de seus agentes de
   custódia e os acionistas detentores de
   ADRs (American Depositary Receipts) receberão os JCP por meio do
   Deutsche Bank Trust Company
   Americas, instituição depositária contratada.
   Barueri, 24 de setembro de 2019.
   Gustavo Henrique Santos de Sousa
   Vice-Presidente Executivo de Finanças e Diretor de Relações com
   Investidores

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 19/09/2019 - CIEL3 - Aviso aos Acionistas - Aviso aos Acionistas Distribuição de Juros sobre Capital Próprio A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) comunica aos seus

   Aviso aos Acionistas
   Distribuição de Juros sobre Capital Próprio
   A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) comunica aos seus
   acionistas e demais
   interessados que o Conselho de Administração aprovou nesta data, ad
   referendum da Assembleia Geral
   Ordinária da Companhia a ser realizada para a aprovação do resultado do
   exercício social de 2019, a
   distribuição de Juros sobre Capital Próprio (?JCP?) no montante de
   R$78.100.000,00 (setenta e oito
   milhões e cem mil reais).
   Tais JCP são relativos ao terceiro trimestre de 2019, sujeitos à
   incidência de imposto de renda conforme
   aplicável a cada caso, os quais serão distribuídos e pagos aos
   acionistas nas proporções de suas
   participações no capital social da Companhia, sendo que não farão jus
   aos JCP as ações mantidas em
   tesouraria. O valor estimado por ação dos JCP é de R$0,02879043217 e
   poderá sofrer alterações em razão
   de negociações com ações em tesouraria pela Companhia, incluindo
   alienações para o cumprimento do
   programa de opções e ações restritas.
   Ainda, os JCP serão pagos aos acionistas no dia 18 de novembro de 2019,
   com base na posição acionária
   de 24 de setembro de 2019, sendo as ações da Companhia negociadas ex
   juros sobre capital próprio a
   partir de 25 de setembro de 2019, inclusive. Referidos JCP serão
   imputados ao dividendo mínimo
   obrigatório referente ao exercício social findo em 31 de dezembro de
   2019.
   O pagamento ocorrerá por meio da instituição depositária das ações ?
   Banco Bradesco S.A. (?Banco
   Bradesco?), mediante crédito automático para acionistas correntistas e
   acionistas que já tenham
   informado ao Banco Bradesco o número de seu CPF ou CNPJ e a respectiva
   conta bancária. Os acionistas
   que não tenham feito essa indicação deverão se dirigir a uma agência do
   Banco Bradesco para atualização
   dos dados cadastrais. Informamos que os acionistas detentores de ações
   custodiadas na B3 S.A. ? Brasil,
   Bolsa, Balcão, receberão os JCP por intermédio de seus agentes de
   custódia e os acionistas detentores de
   ADRs (American Depositary Receipts) receberão os JCP por meio do
   Deutsche Bank Trust Company
   Americas, instituição depositária contratada.
   Barueri, 19 de setembro de 2019
   Gustavo Henrique Santos de Sousa
   Chief Financial and Investor Relations Officer

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 18/09/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: PETR4(-0.55%) / BRFS3(1.03%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS PETR4(-0.55%) e BRF S.A. BRFS3(1.03%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (-0.55%), com volume financeiro de R$1.109.670.881 sendo negociada no final do pregão a R$27.22 com preço de abertura de R$27.37.

* VALE S.A. (VALE3) oscilaram (-1.22%), com volume financeiro de R$742.185.498 sendo negociada no final do pregão a R$48.4 com preço de abertura de R$49.

* ITAU UNIBANCO HOLDING S.A. (ITUB4) oscilaram (-0.34%), com volume financeiro de R$468.861.111 sendo negociada no final do pregão a R$35.25 com preço de abertura de R$35.37.

* BCO BRADESCO S.A. (BBDC4) oscilaram (0.18%), com volume financeiro de R$459.264.413 sendo negociada no final do pregão a R$34 com preço de abertura de R$33.94.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (1.18%), com volume financeiro de R$408.306.841 sendo negociada no final do pregão a R$48.02 com preço de abertura de R$47.46.

* CIELO S.A. (CIEL3) oscilaram (10.48%), com volume financeiro de R$381.933.270 sendo negociada no final do pregão a R$8.96 com preço de abertura de R$8.11.

* AMBEV S.A. (ABEV3) oscilaram (-0.52%), com volume financeiro de R$348.804.384 sendo negociada no final do pregão a R$19.26 com preço de abertura de R$19.36.

* JBS S.A. (JBSS3) oscilaram (0.2%), com volume financeiro de R$332.589.241 sendo negociada no final do pregão a R$29.46 com preço de abertura de R$29.4.

* IRB - BRASIL RESSEGUROS S.A. (IRBR3) oscilaram (0%), com volume financeiro de R$265.118.082 sendo negociada no final do pregão a R$111.5 com preço de abertura de R$111.5.

* BRF S.A. (BRFS3) oscilaram (1.03%), com volume financeiro de R$247.721.853 sendo negociada no final do pregão a R$38.39 com preço de abertura de R$38.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$4.764.455.574


 18/09/2019 - Maiores oscilações alta/baixa AFLT3(112.97%) / TELB3(-5.85%)

Os maiores destaques de oscilação de hoje foram para as ações de AFLUENTE TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA S/A AFLT3(112.97%) e TELEC BRASILEIRAS S.A. TELEBRAS TELB3(-5.85%).

Segue os destaques das maiores oscilações do dia:

* AFLUENTE TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA S/A (AFLT3) oscilaram (112.97%), sendo negociada no final do pregão a R$33.01 com preço de abertura de R$15.5.

* WETZEL S.A. (MWET4) oscilaram (47.27%), sendo negociada no final do pregão a R$7.29 com preço de abertura de R$4.95.

* HERCULES S.A. FABRICA DE TALHERES (HETA4) oscilaram (16.28%), sendo negociada no final do pregão a R$6.5 com preço de abertura de R$5.59.

* ELEKTRO REDES S.A. (EKTR3) oscilaram (13.99%), sendo negociada no final do pregão a R$24.44 com preço de abertura de R$21.44.

* CIELO S.A. (CIEL3) oscilaram (10.48%), sendo negociada no final do pregão a R$8.96 com preço de abertura de R$8.11.

* FERTILIZANTES HERINGER S.A. (FHER3) oscilaram (-4.59%), sendo negociada no final do pregão a R$1.87 com preço de abertura de R$1.96.

* ADVANCED DIGITAL HEALTH MEDICINA PREVENTIVA S.A. (ADHM3) oscilaram (-4.85%), sendo negociada no final do pregão a R$1.57 com preço de abertura de R$1.65.

* INDUSTRIAS J B DUARTE S.A. (JBDU3) oscilaram (-5.22%), sendo negociada no final do pregão a R$5.45 com preço de abertura de R$5.75.

* BCO PAN S.A. (BPAN4) oscilaram (-5.3%), sendo negociada no final do pregão a R$9.11 com preço de abertura de R$9.62.

* TELEC BRASILEIRAS S.A. TELEBRAS (TELB3) oscilaram (-5.85%), sendo negociada no final do pregão a R$136.05 com preço de abertura de R$144.5.


 17/09/2019 - CIEL3 - Comunicado ao Mercado - Comunicado ao Mercado A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International: CIOXY), vem, por meio deste

   Comunicado ao Mercado
   A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International:
   CIOXY), vem, por meio deste
   Comunicado ao Mercado, prestar os devidos esclarecimentos solicitados
   pela B3 S.A. ? Brasil, Bolsa,
   Balcão, por meio do Ofício 836/2019-SLS, datado de 16 de setembro de
   2019, cujo teor é descrito a seguir
   (?Ofício?):
   ?16 de setembro de 2019
   836/2019-SLS
   Cielo S.A.
   At. Sr. Gustavo Henrique Santos de Sousa
   Diretor de Relações com Investidores
   Ref.: Movimentação atípica de Ações
   Prezado Senhor,
   Tendo em vista as últimas oscilações registradas com as ações de
   emissão dessa empresa,
   o número de negócios e a quantidade negociada, conforme abaixo, vimos
   solicitar que seja
   informado, até 17/09/2019, se há algum fato do conhecimento de V.S.a.
   que possa
   justificá-los.
   Ações ON
   Preços (R$ por ação)
   Data
   Abertura
   Mínimo
   Máximo
   Médio
   Último
   Oscil.
   %
   Nº
   neg.
   Quantidade
   Volume (R$)
   03/09/2019
   7,54
   7,42
   7,78
   7,63
   7,70
   1,44
   19.624
   11.321.000
   86.390.972,00
   04/09/2019
   7,79
   7,72
   7,96
   7,87
   7,91
   2,72
   17.762
   10.422.800
   81.976.566,00
   05/09/2019
   7,95
   7,74
   8,12
   7,90
   7,75
   -2,02
   18.119
   11.038.500
   87.208.921,00
   06/09/2019
   7,75
   7,67
   7,88
   7,79
   7,75
   0,00
   15.367
   8.875.900
   69.102.611,00
   09/09/2019
   7,81
   7,48
   7,83
   7,61
   7,49
   -3,35
   20.221
   10.870.500
   82.713.883,00
   10/09/2019
   7,50
   7,41
   7,60
   7,50
   7,52
   0,40
   18.547
   9.321.400
   69.878.904,00
   11/09/2019
   7,53
   7,47
   7,75
   7,61
   7,70
   2,39
   11.647
   8.230.800
   62.644.863,00
   12/09/2019
   7,75
   7,57
   7,88
   7,72
   7,71
   0,12
   26.555
   17.065.700
   131.722.920,00
   13/09/2019
   7,77
   7,62
   7,77
   7,69
   7,64
   -0,86
   11.412
   8.535.700
   65.635.961,00
   16/09/2019*
   7,72
   7,68
   8,28
   8,06
   8,18
   7,06
   24.217
   21.024.100
   169.478.721,00
   * Atualizado até às 12h51.?
   Esclarecimentos da Companhia
   A Companhia, em atendimento ao Ofício e em conformidade ao disposto na
   Instrução da Comissão de
   Valores Mobiliários nº 358, de 03 de janeiro de 2002, conforme
   alterada, esclarece aos seus acionistas e
   ao mercado em geral que não tem conhecimento acerca de fatos que
   embasem ou justifiquem as

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 17/09/2019 - CIEL3 - Comunicado ao Mercado - Comunicado ao Mercado A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International: CIOXY), vem, por meio deste

   Comunicado ao Mercado
   A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International:
   CIOXY), vem, por meio deste
   Comunicado ao Mercado, prestar os devidos esclarecimentos solicitados
   pela Comissão de Valores
   Mobiliários ? CVM, por meio do Ofício nº 291/2019/CVM/SEP/GEA-1, datado
   de 16 de setembro de 2019,
   cujo teor é descrito a seguir (?Ofício?):
   Ofício nº 291/2019/CVM/SEP/GEA-1
   Rio de Janeiro, 16 de setembro de 2019.
   Ao Senhor
   Gustavo Henrique Santos de Sousa
   Diretor de Relações com Investidores de CIELO S.A.
   Alameda Xingu, 512 - Alphaville
   Barueri ? SP CEP: 06455-030
   Telefone: (11) 2184-7814
   Email: ri@cielo.com.br
   c/c: emissores@b3.com.br
   Assunto: Solicitação de esclarecimentos sobre notícia.
   Senhor Diretor,
   1. Reportamo-nos à reportagem divulgada em 15.09.2019, no blog do Lauro
   Jardim, sob o título:
   "As negociações entre Stone e Cielo", em que constam as seguintes
   afirmações:
   Sem alarde, a Stone e a Cielo, líder brasileira do setor de cartões,
   andaram namorando nas
   últimas semanas. Quem acompanhou de perto as conversas, que se davam
   entre a Stone e
   o Banco do Brasil, um dos dois sócios da Cielo (o outro é o Bradesco),
   diz que o interesse
   pelo negócio esfriou no momento do noivado. Mas que as portas para uma
   retomada das
   conversas mantêm-se abertas.
   2. A respeito, solicitamos manifestação da companhia com relação à
   veracidade da notícia, e, caso
   afirmativo, explique os motivos pelos quais entendeu não se tratar de
   fato relevante, bem como
   informações adicionais que julgar importantes.
   Esclarecimentos da Companhia
   A Companhia, em atendimento ao Ofício e em conformidade ao disposto na
   Instrução da
   Comissão de Valores Mobiliários nº 358, de 03 de janeiro de 2002,
   conforme alterada, esclarece
   aos seus acionistas e ao mercado em geral que a Companhia não tem
   conhecimento acerca das

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 16/09/2019 - CIEL3 - Comunicado ao Mercado - Varejo brasileiro cresce 2,3% em agosto, de acordo com ICVA Um sábado a mais, dia de vendas fortes, e uma quarta-feira a menos interferiram

   Varejo brasileiro cresce 2,3% em agosto, de acordo com ICVA
   Um sábado a mais, dia de vendas fortes, e uma quarta-feira a menos
   interferiram
   positivamente para o resultado
   As vendas no varejo brasileiro cresceram 2,3% em agosto, descontada a
   inflação, em
   comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo o Índice Cielo do
   Varejo
   Ampliado (ICVA). Em termos nominais, que espelham a receita de vendas
   observadas
   pelo varejista, o ICVA apresentou alta de 5,7%.
   O resultado do mês foi beneficiado na comparação com o mesmo mês do ano
   passado
   porque houve um sábado a mais, dia de vendas fortes, e uma quarta-feira
   a menos ao
   ajustar o ICVA deflacionado para esses efeitos não recorrentes, a alta
   seria de 1,4%. O
   ICVA nominal, por sua vez, registraria alta de 4,8%.
   ?Esta pequena desaceleração de julho para agosto está em linha com a
   trajetória que
   observamos desde o início do ano. O ritmo de crescimento do varejo vem
   arrefecendo.
   Parece que lojistas e consumidores ainda esperam uma melhora no cenário
   macroeconômico?, afirma o diretor de Inteligência da Cielo, Gabriel
   Mariotto.
   7,8%
   4,9%
   7,2%
   8,5%
   6,9%
   6,8%
   8,0%
   7,2%
   6,8%
   5,4%
   7,6%
   5,7%
   4,7%
   1,5%
   3,2%
   4,4%
   3,3%
   3,5%
   4,7%
   -0,7%
   1,9%
   2,2%
   2,0%
   4,6%
   2,3%
   ago-18 fev-19 abr-19set-18 mai-19out-18 nov -18 dez-18 jan-19 mar-19
   jun-19 jul-19 ago-19
   4,0%
   ICVA Nominal
   ICVA Deflacionado*
   *Deflação pelo IPCA ajustado ao mix e pesos dos setores contidos no
   ICVA
   Crescimento da Receita de Vendas sem ajustes de calendário
   Ano contra ano
   BRASIL

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 12/09/2019 - Proventos pago por: CIEL3

A empresa CIELO S.A. (CIEL3) informou proventos de R$0.0027 por ação (DIVIDENDO).
Farão jus aos proventos os acionistas que estirem posicionados no ativo no dia 2019-09-12.
Essa decisão foi tomada e aprovada no dia 2019-07-23.


 12/09/2019 - Proventos pago por: CIEL3

A empresa CIELO S.A. (CIEL3) informou proventos de R$0.0007 por ação (JRSCAPPROPRIO).
Farão jus aos proventos os acionistas que estirem posicionados no ativo no dia 2019-09-12.
Essa decisão foi tomada e aprovada no dia 2019-07-23.


 13/09/2019 - CIEL3 - Comunicado ao Mercado - Cielo integra pelo quarto ano consecutivo o Índice de Sustentabilidade da Bolsa de Nova York (DJSI) A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq Internat

   Cielo integra pelo quarto ano consecutivo o Índice de
   Sustentabilidade da Bolsa de Nova York (DJSI)
   A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International:
   CIOXY) comunica a seus acionistas e
   aos demais interessados que, pelo quarto ano consecutivo, foi
   selecionada para integrar o Índice Dow
   Jones de Sustentabilidade 2019 (DJSI), na carteira Dow Jones
   Sustainability Index World, conforme
   anunciado na última sexta-feira pelo DJSI. O referido índice é mantido
   pela Bolsa de Nova York ? Dow
   Jones, como uma ferramenta de avaliação de performance entre as
   companhias abertas no que diz
   respeito à sustentabilidade corporativa.
   Na avaliação de 2019, a Cielo obteve destaque nas práticas de
   Ecoeficiência Operacional e Sistema de
   Gestão Ambiental.
   O DJSI é o primeiro indicador da performance financeira das empresas
   líderes mundiais em
   sustentabilidade. Composto por companhias consideradas social e
   ambientalmente responsáveis, o DJSI
   tem o objetivo de orientar os investidores a aportarem recursos em
   empresas que promovam o
   desenvolvimento sustentável. Para ser incluído ou permanecer no índice,
   as empresas devem intensificar
   continuamente suas iniciativas e práticas ambientais, sociais e de
   governança (ESG).
   Barueri, 13 de setembro de 2019.
   Gustavo Henrique Santos de Sousa
   Vice-Presidente Executivo de Finanças e Diretor de Relações com
   Investidores

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 12/09/2019 - CIEL3 - Aviso aos Acionistas - Aviso aos Acionistas Distribuição de dividendos e Juros sobre Capital Próprio A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International:

   Aviso aos Acionistas
   Distribuição de dividendos e Juros sobre Capital Próprio
   A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International:
   CIOXY) comunica aos Senhores
   Acionistas, em continuidade ao Aviso aos Acionistas divulgado em 23 de
   julho de 2019, que o valor final
   dos proventos por ação será de R$0,00265181612 a título de dividendos e
   R$0,00073727099 bruto a título
   de Juros sobre Capital Próprio (?JCP?).
   Tais proventos são complementares à distribuição de JCP comunicada por
   meio de Aviso aos Acionistas
   em 27 de junho de 2018 e são relativos ao 2º trimestre do exercício de
   2019, totalizando R$9.193.599,51
   (nove milhões, cento e noventa e três mil, quinhentos e noventa e nove
   reais e cinquenta e um centavos),
   dos quais R$2.000.000,00 (dois milhões de reais) serão distribuídos a
   título de JCP, sujeitos à incidência
   de impostos aplicáveis a cada caso, e R$7.193.599,51 (sete milhões,
   cento e noventa e três mil, quinhentos
   e noventa e nove reais e cinquenta e um centavos) a título de
   dividendos, os quais serão pagos aos
   acionistas nas proporções de suas participações no capital social da
   Companhia, sendo que não farão jus
   aos proventos as ações mantidas em tesouraria.
   Os proventos serão pagos aos acionistas no dia 27 de setembro de 2019,
   com base na posição acionária
   de 12 de setembro de 2019, sendo as ações da Companhia negociadas ex
   proventos a partir de 13 de
   setembro de 2019, inclusive. Os proventos anunciados, somados àqueles
   aprovados em 24 de junho de
   2019, perfazem o pagamento líquido equivalente a 30% (trinta por cento)
   do lucro líquido do 2º trimestre
   do exercício de 2019. Referidos proventos serão imputados ao dividendo
   mínimo obrigatório referente
   ao exercício social findo em 31 de dezembro de 2019.
   O pagamento ocorrerá por meio da instituição depositária das ações ?
   Banco Bradesco S.A. (?Banco
   Bradesco?), mediante crédito automático para acionistas correntistas e
   acionistas que já tenham
   informado ao Banco Bradesco o número de seu CPF ou CNPJ e a respectiva
   conta bancária. Os acionistas
   que não tenham feito essa indicação deverão se dirigir a uma agência do
   Banco Bradesco para atualização
   dos dados cadastrais. Informamos que os acionistas detentores de ações
   custodiadas na B3 S.A. ? Brasil,
   Bolsa, Balcão, receberão os proventos por intermédio de seus agentes de
   custódia e os acionistas
   detentores de ADRs (American Depositary Receipts) receberão os
   proventos por meio do Deutsche Bank
   Trust Company Americas, instituição depositária contratada.
   Barueri, 12 de setembro de 2019.
   Gustavo Henrique Santos de Sousa
   Vice-Presidente Executivo de Finanças e Diretor de Relações com
   Investidores

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 26/08/2019 - CIEL3 - Comunicado ao Mercado - Cielo apresenta Cielo Pay: aplicativo focado no empreendedor A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International: CIOXY), comunica aos seus acioni

   Cielo apresenta Cielo Pay: aplicativo focado no empreendedor
   A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International:
   CIOXY), comunica aos seus acionistas
   e aos demais interessados o lançamento do app Cielo Pay ? aplicativo
   gratuito que reúne funcionalidades
   de credenciamento, conta de pagamento e carteira digitais para
   facilitar a vida do empreendedor. O
   aplicativo decorre de uma parceria firmada entre Cielo e Cateno Gestão
   de Contas de Pagamento S.A.,
   empresa pertencente ao conglomerado Cielo, e estará disponível nas
   plataformas Android e IOS a partir
   do dia 14 de outubro, mas começará a ser testado pelos colaboradores da
   Companhia nesta semana.
   O Cielo Pay é um aplicativo de fácil cadastramento que ajudará os
   lojistas a aceitar pagamentos sem
   maquininha (POS), seja por meio da geração de QR Code no celular, do
   envio de link de pagamento ou
   boleto ? a receber o dinheiro na mesma hora da transação, a pagar
   contas, a sacar dinheiro na rede de
   ATMs 24 horas, a comprar por intermédio de um cartão físico e de um
   virtual, a ter acesso a empréstimo
   facilitado por meio de um parceiro e a tirar dúvidas pelo Whatsapp.
   O Cielo Pay nasce com nove funcionalidades. São elas:
   - Ter uma conta de pagamento digital gratuita e pensada para o pequeno
   empreendedor (PF, MEI e Eireli),
   em que uma das grandes vantagens é o recebimento de suas vendas na
   hora;
   - Fazer transferências de valores para seus contatos telefônicos;
   - Realizar transferências de valores para outros usuários do Cielo Pay,
   gratuitamente e a qualquer horário
   e dia;
   - Realizar transferências de valores e pagar boletos;
   - Vender seus produtos sem a necessidade de ter uma maquininha, usando
   o QR Code, link ou boleto;
   - Gerar boletos para pagamento em cash in, ou seja, depositar recursos
   na conta digital;
   - Visualizar o saldo e extrato de suas vendas na Cielo;
   - Tirar dúvidas sobre o aplicativo diretamente pelo whatsapp;
   - Ter acesso ao serviço de assistência (encanador, eletricista e help
   desk) prestado por empresas parceiras.
   Cabe destacar que, ao contrário de notícias veiculadas na imprensa, o
   Cielo Pay não é um banco digital e
   as atividades desempenhadas por meio do aplicativo não são privativas
   de instituição financeira.
   Barueri, 26 de agosto de 2019.
   Gustavo Henrique Santos de Sousa
   Vice-Presidente Executivo de Finanças e Diretor de Relações com
   Investidores

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 21/08/2019 - CIEL3 - Fato Relevante - Aprovação de Programa de Recompra de Ações para Fazer Frente aos Compromissos Assumidos pela Companhia no Âmbito dos Programas de Remuneração, Retenção e Incentivo de

   Aprovação de Programa de Recompra de Ações para Fazer Frente aos
   Compromissos Assumidos pela Companhia no Âmbito dos Programas
   de Remuneração, Retenção e Incentivo de seus Colaboradores e
   Administradores
   A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International:
   CIOXY) em atendimento ao disposto
   no §4º do artigo 157 da Lei 6.404/76 e na Instrução CVM 358/02,
   comunica a seus acionistas e aos demais
   interessados o seguinte:
   Durante a reunião do Conselho de Administração realizada nesta data,
   foi aprovada, em complemento
   aos programas de recompra aprovados em 20 de fevereiro de 2019, a
   abertura de um novo Programa de
   Recompra de Ações (?Programa?), que tem como objetivo, único e
   exclusivo, fazer frente aos
   compromissos assumidos pela Companhia no âmbito dos programas de
   remuneração, retenção e
   incentivo de seus colaboradores e administradores, por meio do qual a
   Diretoria foi autorizada a adquirir,
   em nome da Companhia, até 400.000 (quatrocentas mil) ações ordinárias,
   sem valor nominal, de sua
   própria emissão, conforme detalhado no Comunicado sobre Negociação de
   Ações de Própria Emissão,
   preparado na forma do Anexo 30-XXXVI da Instrução CVM nº 480 divulgado
   nesta data.
   No Programa ora aprovado será adquirido o total de até 400.000
   (quatrocentas mil) ações ordinárias e
   este terá prazo de vigência de 02 a 10 de setembro de 2019. Fica a
   Diretoria da Companhia autorizada a
   definir a oportunidade e a quantidade a ser adquirida, sempre dentro
   dos limites autorizados.
   As operações de recompra serão realizadas em bolsa, a preços de
   mercado, com a intermediação da
   Bradesco S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários, com sede na
   Avenida Paulista, 1450, 7º andar,
   São Paulo, SP.
   Os membros do Conselho de Administração entendem que a situação
   financeira atual da Companhia é
   compatível com a possível execução dos Programas nas condições
   aprovadas e se sentem confortáveis de
   que a recompra de ações não prejudicará o cumprimento das obrigações
   assumidas com credores nem o
   pagamento de dividendos obrigatórios mínimos. Essa conclusão resulta da
   avaliação do potencial
   montante financeiro a ser empregado no Programa, levando-se em
   consideração (i) o nível de obrigações
   assumidas com credores, possuindo plena capacidade de pagamento dos
   compromissos financeiros
   assumidos; e (ii) o fato de que as operações da Companhia são fortes
   geradoras de caixa.
   Barueri, 21 de agosto de 2019.
   Gustavo Henrique Santos de Sousa
   Vice-Presidente Executivo de Finanças e Diretor de Relações com
   Investidores

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 16/08/2019 - CIEL3 - Comunicado ao Mercado - Aquisição de Participação Acionária Relevante A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International: CIOXY) em atendimento ao disposto

   Aquisição de Participação Acionária Relevante
   A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International:
   CIOXY) em atendimento ao disposto
   no artigo 12 da Instrução CVM 358/02 e suas alterações, comunica a seus
   acionistas e aos demais
   interessados que recebeu nesta data a correspondência eletrônica anexa
   da sua acionista First Eagle
   Investment Management, LLC (?First Eagle?), pessoa jurídica
   estrangeira, com sede na Avenue of the
   Americas, nº1345, New York, NY 10105-0048, Estados Unidos da América,
   informando que, em nome dos
   seus clientes, aumentou a participação do capital social da Cielo S.A.,
   passando a administrar o total de
   145.961.326 (cento e quarenta e cinco milhões, novecentas e sessenta e
   uma, trezentas e vinte e seis)
   ações ordinárias da Companhia, correspondente a 5,37% dessa espécie de
   ação.
   Referida correspondência também expressa que a First Eagle não pretende
   participar do bloco de controle
   e que o investimento não busca alterar a atual estrutura da
   administração da Companhia.
   Barueri, 16 de agosto de 2019.
   Gustavo Henrique Santos de Sousa
   Vice-Presidente Executivo de Finanças e Diretor de Relações com
   Investidores

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 15/08/2019 - CIEL3 - Comunicado ao Mercado - Varejo brasileiro cresce 4,6% em julho, de acordo com ICVA Copa do Mundo da Rússia e efeito calendário concorreram para o aumento das vendas

   Varejo brasileiro cresce 4,6% em julho, de acordo com ICVA
   Copa do Mundo da Rússia e efeito calendário concorreram para o aumento
   das vendas
   na comparação com julho do ano passado
   As vendas no varejo brasileiro cresceram 4,6% em julho, descontada a
   inflação, em
   comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo o Índice Cielo do
   Varejo
   Ampliado (ICVA). Em termos nominais, que espelham a receita de vendas
   observadas
   pelo varejista, o ICVA apresentou alta de 7,6%.
   O resultado do mês foi fortemente beneficiado na comparação com igual
   mês do ano
   passado. Em 2018, foram realizadas duas partidas da seleção brasileira
   durante a Copa
   do Mundo, que empurraram o consumo para baixo naquelas datas. Julho
   deste ano
   também contou com uma quarta-feira a mais e um domingo a menos, dia que
   é fraco
   para o varejo. Ao ajustar o ICVA deflacionado para esses efeitos não
   recorrentes, a alta
   seria de 2,1%. O ICVA nominal, por sua vez, registraria alta de 4,9%.
   ?O efeito calendário foi crucial para o crescimento das vendas em julho
   deste ano na
   comparação com julho do ano passado. Não fosse isso, diria que o varejo
   andou de lado.
   Um ponto positivo para o consumidor foi a queda dos preços nos últimos
   dois meses, o
   que contribuiu para uma leve aceleração das vendas. Os lojistas, no
   entanto, não
   puderam comemorar porque a queda dos preços causou diminuição de
   receita. Para
   eles, conforme salientamos em relatórios anteriores, a trajetória de
   aceleração das
   vendas que ocorreu em 2018 arrefeceu em 2019 até o momento?, afirma o
   diretor de
   Inteligência da Cielo, Gabriel Mariotto.
   4,4%
   7,8%
   4,9%
   7,2%
   8,5%
   6,9%
   6,8%
   8,0%
   4,0%
   7,2%
   6,8%
   5,4%
   7,6%
   0,5%
   4,7%
   1,5%
   3,2%
   4,4%
   3,3%
   3,5%
   4,7%
   -0,7%
   1,9%
   2,2%
   2,0%
   4,6%
   ago-18jul-18 out-18set-18 fev-19nov -18 dez-18 jan-19 mar-19 abr-19
   mai-19 jun-19 jul-19
   ICVA Nominal
   ICVA Deflacionado*
   *Deflação pelo IPCA ajustado ao mix e pesos dos setores contidos no
   ICVA
   Crescimento da Receita de Vendas sem ajustes de calendário
   Ano contra ano
   BRASIL

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 14/08/2019 - CIEL3 - Comunicado ao Mercado -



Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 01/08/2019 - Maiores oscilações alta/baixa HAGA4(19.05%) / DTCY3(-19.17%)

Os maiores destaques de oscilação de hoje foram para as ações de HAGA S.A. INDUSTRIA E COMERCIO HAGA4(19.05%) e DTCOM - DIRECT TO COMPANY S.A. DTCY3(-19.17%).

Segue os destaques das maiores oscilações do dia:

* HAGA S.A. INDUSTRIA E COMERCIO (HAGA4) oscilaram (19.05%), sendo negociada no final do pregão a R$2.5 com preço de abertura de R$2.1.

* CIELO S.A. (CIEL3) oscilaram (14.7%), sendo negociada no final do pregão a R$8.35 com preço de abertura de R$7.28.

* BANCO INTER S.A. (BIDI3) oscilaram (13.9%), sendo negociada no final do pregão a R$22.95 com preço de abertura de R$20.15.

* CELULOSE IRANI S.A. (RANI3) oscilaram (13.08%), sendo negociada no final do pregão a R$4.41 com preço de abertura de R$3.9.

* CELULOSE IRANI S.A. (RANI4) oscilaram (11.78%), sendo negociada no final do pregão a R$3.89 com preço de abertura de R$3.48.

* CIA TECIDOS SANTANENSE (CTSA3) oscilaram (-5.12%), sendo negociada no final do pregão a R$5 com preço de abertura de R$5.27.

* CIA ENERGETICA DE BRASILIA (CEBR5) oscilaram (-6.82%), sendo negociada no final do pregão a R$41 com preço de abertura de R$44.

* CCX CARVÃO DA COLÔMBIA S.A. (CCXC3) oscilaram (-7.02%), sendo negociada no final do pregão a R$2.12 com preço de abertura de R$2.28.

* UNICASA INDÚSTRIA DE MÓVEIS S.A. (UCAS3) oscilaram (-7.05%), sendo negociada no final do pregão a R$4.09 com preço de abertura de R$4.4.

* DTCOM - DIRECT TO COMPANY S.A. (DTCY3) oscilaram (-19.17%), sendo negociada no final do pregão a R$4.85 com preço de abertura de R$6.


 01/08/2019 - CIEL3 - Comunicado ao Mercado -

 
Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 31/07/2019 - CIEL3 - Comunicado ao Mercado - Renúncia e Indicação de Membro do Conselho de Administração da Cielo A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International:

   Renúncia e Indicação de Membro do
   Conselho de Administração da Cielo
   A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International:
   CIOXY), em atendimento ao disposto
   no §4º do artigo 157 da Lei 6404/76 e na Instrução CVM 358/02, comunica
   aos seus acionistas e aos
   demais interessados que o Sr. Carlos Hamilton Vasconcelos Araújo (?Sr.
   Carlos Hamilton?) apresentou sua
   carta de renúncia como membro do Conselho de Administração da
   Companhia.
   Conforme deliberado em Reunião do Conselho de Administração, os
   conselheiros aceitaram a renúncia e
   manifestaram os votos de agradecimento pelo empenho, dedicação e
   contribuição do Sr. Carlos Hamilton.
   Para ocupar a posição do Sr. Carlos Hamilton, o Conselho de
   Administração aprovou a indicação feita pelo
   BB Banco de Investimentos S.A (?BB BI?) do Sr. Mauro Ribeiro Neto (?Sr.
   Mauro?), que atualmente ocupa
   o cargo de Assessor Especial do Presidente do Banco do Brasil S.A.
   O Sr. Mauro é graduado em Direito, pós-graduado em Direito Empresarial
   e cursa mestrado em Direito
   Constitucional. Em sua trajetória profissional foi procurador na
   Procuradoria Geral da Fazenda Nacional -
   PGFN, com atuação na área de direito societário, Membro da Câmara
   Consultiva de Mercado de
   Governança de Estatais ? CCMGE da B3, Membro do Grupo Executivo da
   Comissão Interministerial de
   Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias
   da União ? CGPAR, Diretor do
   Departamento de Governança e Avaliação de Estatais - Ministério do
   Planejamento, Desenvolvimento e
   Gestão ? MPDG e Membro titular do Conselho de Administração da
   Neoenergia.
   Nesta reunião, o Conselho de Administração aprovou também a indicação
   feita pelo BB BI do Sr. Edson
   Rogério da Costa (?Sr. Edson?), que atualmente ocupa o cargo de Diretor
   de Meios de Pagamento no
   Banco do Brasil S.A. para ocupar a posição que estava vaga.
   O Sr. Edson é graduado em ciências contábeis, com MBA em finanças e em
   liderança estratégica. No Banco
   do Brasil, o Sr. Edson exerceu diversas funções desde 1985, dentre elas
   diretor comercial varejo, diretor
   de crédito e diretor de Corporate Bank. Implantou a Unidade de
   Governança de Entidades Ligadas, como
   gerente geral. Exerceu outros cargos executivos no segmento de varejo e
   atacado.
   A Companhia esclarece que as eleições do Sr. Mauro e do Sr. Edson estão
   condicionadas à aprovação do
   Banco Central do Brasil, e manterá seus acionistas e os demais
   interessados informados sobre a aprovação
   dos conselheiros ora eleitos.
   Barueri, 31 de julho de 2019.
   Gustavo Henrique Santos de Sousa
   Vice-Presidente Executivo de Finanças e Diretor de Relações com
   Investidores

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 29/07/2019 - CIEL3 - Comunicado ao Mercado - Comunicado ao Mercado A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International: CIOXY) vem, por meio deste

   Comunicado ao Mercado
   A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International:
   CIOXY) vem, por meio deste
   Comunicado ao Mercado, prestar os devidos esclarecimentos solicitados
   pela B3 S.A. ? Brasil, Bolsa,
   Balcão, por meio do Ofício 601/2019-SLS, datado de 25 de julho de 2019,
   cujo teor é descrito a seguir
   (?Ofício?):
   ?25 de julho de 2019
   601/2019-SLS
   Cielo S.A.
   At. Sr. Gustavo Henrique Santos de Sousa
   Diretor de Relações com Investidores
   Ref.: Solicitação de esclarecimentos sobre notícia veiculada na
   imprensa
   Prezados Senhores,
   Em notícia veiculada pelo jornal O Estado de São Paulo, em 25/07/2019,
   onde consta que a
   ?Cielo faz investida no varejo e cogita criar banco para o futuro?,
   constam, entre outras
   informações, que:
   1. O presidente da Cielo, Paulo Caffarelli, afirmou ontem que a
   abertura de um banco
   próprio é uma questão para o futuro da empresa de maquininhas.
   2. Ao ser questionado sobre se a Cielo vai estruturar banco próprio,
   ele respondeu: ?Isso é
   coisa para o futuro?.
   Solicitamos esclarecimentos sobre os itens assinalados, até 26/07/2019,
   com a sua confirmação
   ou não, bem como outras informações consideradas importantes. ?
   Esclarecimentos da Companhia
   A Companhia, em atendimento ao Ofício e em conformidade ao disposto na
   Instrução da Comissão de
   Valores Mobiliários nº 358, de 03 de janeiro de 2002, conforme
   alterada, esclarece aos seus acionistas e
   ao mercado em geral o quanto segue referente às informações em destaque
   na notícia intitulada ?Cielo
   faz investida no varejo e cogita criar banco para o futuro? veiculada
   pelo jornal O Estado de São Paulo, em
   25 de julho de 2019 (?Notícia?).
   Inicialmente, cumpre esclarecer que as informações extraídas da Notícia
   têm como origem
   questionamento referente a competitividade do mercado, direcionado ao
   presidente da Companhia, Sr.
   Paulo Caffarelli, após divulgação dos resultados do trimestre.
   A Companhia esclarece que a manifestação do Sr. Paulo Caffarelli,
   claramente descontextualizada no
   título da notícia, limitava-se a expor a posição da Companhia frente a
   outras empresas do setor de
   adquirência e meios de pagamento que estariam estruturando ?bancos
   próprios?.

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 25/07/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: BBDC4(-2.65%) / HAPV3(-2.21%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de BCO BRADESCO S.A. BBDC4(-2.65%) e HAPVIDA PARTICIPACOES E INVESTIMENTOS SA HAPV3(-2.21%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* BCO BRADESCO S.A. (BBDC4) oscilaram (-2.65%), com volume financeiro de R$2.000.226.738 sendo negociada no final do pregão a R$36.7 com preço de abertura de R$37.7.

* AMBEV S.A. (ABEV3) oscilaram (2.58%), com volume financeiro de R$1.460.304.902 sendo negociada no final do pregão a R$19.49 com preço de abertura de R$19.

* PETROBRAS DISTRIBUIDORA S/A (BRDT3) oscilaram (0.88%), com volume financeiro de R$1.263.972.798 sendo negociada no final do pregão a R$26.35 com preço de abertura de R$26.12.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (-4.31%), com volume financeiro de R$897.380.635 sendo negociada no final do pregão a R$50.12 com preço de abertura de R$52.38.

* ITAU UNIBANCO HOLDING S.A. (ITUB4) oscilaram (-3.85%), com volume financeiro de R$815.988.931 sendo negociada no final do pregão a R$36.2 com preço de abertura de R$37.65.

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (-2.11%), com volume financeiro de R$727.195.186 sendo negociada no final do pregão a R$26.89 com preço de abertura de R$27.47.

* VALE S.A. (VALE3) oscilaram (-1%), com volume financeiro de R$643.591.088 sendo negociada no final do pregão a R$50.49 com preço de abertura de R$51.

* CIELO S.A. (CIEL3) oscilaram (0.13%), com volume financeiro de R$501.369.284 sendo negociada no final do pregão a R$7.51 com preço de abertura de R$7.5.

* CIA BRASILEIRA DE DISTRIBUICAO (PCAR4) oscilaram (3.22%), com volume financeiro de R$498.800.131 sendo negociada no final do pregão a R$92.9 com preço de abertura de R$90.

* HAPVIDA PARTICIPACOES E INVESTIMENTOS SA (HAPV3) oscilaram (-2.21%), com volume financeiro de R$417.155.474 sendo negociada no final do pregão a R$42.55 com preço de abertura de R$43.51.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$9.225.985.167


 24/07/2019 - Maiores volumes financeiros negociados: BRDT3(0.96%) / JBSS3(0.15%)

Os maiores destaques de volume financeiro negociados de hoje foram para as ações de PETROBRAS DISTRIBUIDORA S/A BRDT3(0.96%) e JBS S.A. JBSS3(0.15%).

Segue os 10 destaques das maiores ações com mais volumes financeiros negociados do dia:

* PETROBRAS DISTRIBUIDORA S/A (BRDT3) oscilaram (0.96%), com volume financeiro de R$1.631.305.698 sendo negociada no final do pregão a R$26.32 com preço de abertura de R$26.07.

* VALE S.A. (VALE3) oscilaram (-0.86%), com volume financeiro de R$1.275.425.288 sendo negociada no final do pregão a R$50.65 com preço de abertura de R$51.09.

* BCO BRASIL S.A. (BBAS3) oscilaram (1.49%), com volume financeiro de R$804.231.683 sendo negociada no final do pregão a R$52.33 com preço de abertura de R$51.56.

* PETROLEO BRASILEIRO S.A. PETROBRAS (PETR4) oscilaram (-0.87%), com volume financeiro de R$767.609.422 sendo negociada no final do pregão a R$27.35 com preço de abertura de R$27.59.

* BCO BRADESCO S.A. (BBDC4) oscilaram (1.62%), com volume financeiro de R$695.176.541 sendo negociada no final do pregão a R$38.97 com preço de abertura de R$38.35.

* ITAU UNIBANCO HOLDING S.A. (ITUB4) oscilaram (-0.4%), com volume financeiro de R$549.938.371 sendo negociada no final do pregão a R$37.35 com preço de abertura de R$37.5.

* CIELO S.A. (CIEL3) oscilaram (12.89%), com volume financeiro de R$481.722.578 sendo negociada no final do pregão a R$7.62 com preço de abertura de R$6.75.

* IRB - BRASIL RESSEGUROS S.A. (IRBR3) oscilaram (0.63%), com volume financeiro de R$352.747.615 sendo negociada no final do pregão a R$95.5 com preço de abertura de R$94.9.

* B3 S.A. - BRASIL, BOLSA, BALCÃO (B3SA3) oscilaram (4.01%), com volume financeiro de R$324.353.759 sendo negociada no final do pregão a R$42.53 com preço de abertura de R$40.89.

* JBS S.A. (JBSS3) oscilaram (0.15%), com volume financeiro de R$297.690.537 sendo negociada no final do pregão a R$25.94 com preço de abertura de R$25.9.


O volume financeiro total das 10 ações de maiores volumes foram de: R$7.180.201.492


 24/07/2019 - Maiores oscilações alta/baixa NORD3(83.97%) / CRIV3(-35.2%)

Os maiores destaques de oscilação de hoje foram para as ações de NORDON INDUSTRIAS METALURGICAS S.A. NORD3(83.97%) e FINANCEIRA ALFA S.A.- CRED FINANC E INVS CRIV3(-35.2%).

Segue os destaques das maiores oscilações do dia:

* NORDON INDUSTRIAS METALURGICAS S.A. (NORD3) oscilaram (83.97%), sendo negociada no final do pregão a R$2.41 com preço de abertura de R$1.31.

* CIA ENERGETICA DO MARANHAO - CEMAR (ENMA3B) oscilaram (18.05%), sendo negociada no final do pregão a R$48.99 com preço de abertura de R$41.5.

* KARSTEN S.A. (CTKA4) oscilaram (13.47%), sendo negociada no final do pregão a R$9.1 com preço de abertura de R$8.02.

* CIELO S.A. (CIEL3) oscilaram (12.89%), sendo negociada no final do pregão a R$7.62 com preço de abertura de R$6.75.

* BARDELLA S.A. INDUSTRIAS MECANICAS (BDLL4) oscilaram (12.04%), sendo negociada no final do pregão a R$12 com preço de abertura de R$10.71.

* SPRINGS GLOBAL PARTICIPACOES S.A. (SGPS3) oscilaram (-4.85%), sendo negociada no final do pregão a R$12.94 com preço de abertura de R$13.6.

* GENERAL SHOPPING E OUTLETS DO BRASIL S.A. (GSHP3) oscilaram (-7.07%), sendo negociada no final do pregão a R$0.92 com preço de abertura de R$0.99.

* IDEIASNET S.A. (IDNT3) oscilaram (-8.51%), sendo negociada no final do pregão a R$3.01 com preço de abertura de R$3.29.

* BANCO INTER S.A. (BIDI3) oscilaram (-32.29%), sendo negociada no final do pregão a R$18.89 com preço de abertura de R$27.9.

* FINANCEIRA ALFA S.A.- CRED FINANC E INVS (CRIV3) oscilaram (-35.2%), sendo negociada no final do pregão a R$4.51 com preço de abertura de R$6.96.


 24/07/2019 - CIEL3 - Comunicado ao Mercado -



Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 23/07/2019 - CIEL3 - Balanço trimestral referente a 2019-06-30

CIELO S.A.
Cnpj: 01.027.058/0001-91
Escriturador: BRADESCO
Site: http://www.cielo.com.br
Segmento: Serviços Financeiros Diversos

A empresa CIELO S.A. (CIEL3), informou os resultados do balanço trimestral individual referente a data 2019-06-30:

  • O lucro líquido foi de: R$431.153.000 (-47.26%) em relação ao lucro líquido do mesmo trimestre passado.
  • A receita líquida foi de R$711.043.000 (-27.98%) em relacao a receita líquida do mesmo trimestre passado.
  • O patrimônio líquido em R$9.132.032.000 (-23.54%) em relação ao patrimônio do mesmo trimestre passado.
O balanço anterior em questão se refere a 2018-06-30 e os dados foram: o lucro líquido foi de: R$817.509.000 a receita líquida foi de R$987.259.000 o patrimônio líquido em R$11.944.014.000


 23/07/2019 - CIEL3 - Aviso aos Acionistas - Aviso aos Acionistas Distribuição de Dividendos e Juros sobre Capital Próprio A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International:

   Aviso aos Acionistas
   Distribuição de Dividendos e Juros sobre Capital Próprio
   A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International:
   CIOXY) comunica aos seus acionistas
   e demais interessados que o Conselho de Administração aprovou nesta
   data, ad referendum Assembleia
   Geral Ordinária da Companhia a ser realizada para a aprovação do
   resultado do exercício social de 2019,
   a distribuição de Dividendos intercalares (?Dividendos?) e Juros sobre
   Capital Próprio (?JCP? e em
   conjunto com os Dividendos denominados ?Proventos?) no montante total
   de R$ 9.193.599,51 (nove
   milhões, cento e noventa e três mil, quinhentos e noventa e nove reais
   e cinquenta e um centavos), em
   complemento aos JCP aprovados em 24 de junho de 2019.
   Tais Proventos são relativos ao 2º trimestre do exercício de 2019, dos
   quais R$ 2.000.000,00 (dois milhões
   de reais) serão distribuídos a título de JCP, sujeitos à incidência de
   impostos aplicáveis a cada caso, e o R$
   7.193.599,51 (sete milhões, cento e noventa e três mil, quinhentos e
   noventa e nove reais e cinquenta e
   um centavos) a título de Dividendos, os quais serão pagos aos
   acionistas nas proporções de suas
   participações no capital social da Companhia, sendo que não farão jus
   aos Proventos as ações mantidas
   em tesouraria. Os valores estimados por ação apresentados são os
   seguintes:
   a) Valor estimado* por ação referente aos Dividendos: R$ 0,00265047945
   b) Valor estimado* bruto por ação referente aos JCP: R$ 0,00073689936
   * O valor estimado por ação poderá sofrer alteração em razão de
   negociações com ações em tesouraria
   detidas pela Companhia, incluindo alienações para o cumprimento do
   programa de opções e ações
   restritas.
   Os Proventos serão pagos aos acionistas no dia 27 de setembro de 2019,
   com base na posição acionária
   de 12 de setembro de 2019, sendo as ações da Companhia negociadas ex
   proventos a partir de 13 de
   setembro de 2019, inclusive. Os Proventos anunciados, somados àqueles
   aprovados em 24 de junho de
   2019, perfazem o pagamento líquido equivalente a 30% (trinta por cento)
   do lucro líquido do 2º trimestre
   do exercício de 2019. Referidos Proventos serão imputados ao dividendo
   mínimo obrigatório referente
   ao exercício social findo em 31 de dezembro de 2019.
   O pagamento ocorrerá por meio da instituição depositária das ações ?
   Banco Bradesco S.A. (?Banco
   Bradesco?), mediante crédito automático para acionistas correntistas e
   acionistas que já tenham
   informado ao Banco Bradesco o número de seu CPF ou CNPJ e a respectiva
   conta bancária. Os acionistas
   que não tenham feito essa indicação deverão se dirigir a uma agência do
   Banco Bradesco para atualização
   dos dados cadastrais. Informamos que os acionistas detentores de ações
   custodiadas na B3 S.A. ? Brasil,
   Bolsa, Balcão, receberão os Proventos por intermédio de seus agentes de
   custódia e os acionistas
   detentores de ADRs (American Depositary Receipts) receberão os
   Proventos por meio do Deutsche Bank
   Trust Company Americas, instituição depositária contratada.
   Barueri, 23 de julho de 2019.
   Gustavo Henrique Santos de Sousa
   Vice-Presidente Executivo de Finanças e Diretor de Relações com
   Investidores

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 15/07/2019 - CIEL3 - Comunicado ao Mercado - Varejo brasileiro cresce 2% em junho, de acordo com ICVA Houve desaceleração do crescimento das vendas no primeiro semestre, interrompendo sequência de quatro

   Varejo brasileiro cresce 2% em junho, de acordo com ICVA
   Houve desaceleração do crescimento das vendas no primeiro semestre,
   interrompendo sequência de quatro semestres seguidos de aceleração
   As vendas no varejo brasileiro cresceram 2,0% em junho, descontada a
   inflação, em
   comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo o Índice Cielo do
   Varejo
   Ampliado (ICVA). Em termos nominais, que espelham a receita de vendas
   observadas
   pelo varejista, o ICVA apresentou alta de 5,4%.
   Três jogos do Brasil na Copa do Mundo de 2018, realizados no mês de
   junho,
   enfraqueceram as vendas. Esse quadro favorece o desempenho de junho
   deste ano na
   comparação ano contra ano. O resultado de junho deste ano só não foi
   melhor porque
   o mês contou com um domingo a mais e um feriado, dias mais fracos para
   o varejo.
   Dessa maneira, o calendário pouco interferiu no resultado do mês. Ao
   ajustar o ICVA
   deflacionado para esse efeito não recorrente, a alta seria de 1,9%. O
   ICVA nominal, por
   sua vez, registraria alta de 5,3%.
   ?Verificamos aceleração do crescimento no mês de junho, algo que não
   ocorria desde
   fevereiro. Esse resultado, no entanto, não compensou a queda de ritmo
   verificada ao
   longo do primeiro semestre?, afirma o diretor de Inteligência da Cielo,
   Gabriel Mariotto.
   5,5%
   4,4%
   7,8%
   4,9%
   7,2%
   8,5%
   6,9%
   6,8%
   8,0%
   4,0%
   7,2%
   6,8%
   5,4%
   2,2%
   0,5%
   4,7%
   1,5%
   3,2%
   4,4%
   3,3%
   3,5%
   4,7%
   -0,7%
   1,9%
   2,2%
   2,0%
   set-18
   jun-18
   jul-18 ago-18 dez-18out-18 nov -18 mai-19jan-19 fev-19 mar-19 abr-19
   jun-19
   ICVA Nominal
   ICVA Deflacionado*
   *Deflação pelo IPCA ajustado ao mix e pesos dos setores contidos no
   ICVA
   Crescimento da Receita de Vendas sem ajustes de calendário
   Ano contra ano
   BRASIL

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 12/07/2019 - CIEL3 - Comunicado ao Mercado - Comunicado ao Mercado A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International: CIOXY) em atendimento ao disposto

   Comunicado ao Mercado
   A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTC Nasdaq International:
   CIOXY) em atendimento ao disposto
   no artigo 12 da Instrução CVM 358/02 e suas alterações, comunica a seus
   acionistas e aos demais
   interessados que recebeu nesta data a correspondência eletrônica anexa
   da sua acionista First Eagle
   Investment Management, LLC (?First Eagle?), pessoa jurídica
   estrangeira, com sede na Avenue of the
   Americas, nº1345, New York, NY 10105-0048, Estados Unidos da América,
   comunicando que em nome
   dos seus clientes, diminuiu a participação do capital social da Cielo
   S.A., passando a administrar o total de
   123.977.052 (cento e vinte e três milhões, novecentas e setenta e sete
   mil e cinquenta e duas) ações
   ordinárias da Companhia, correspondente a 4,56% dessa espécie de ação.
   Barueri, 12 de julho de 2019.
   Gustavo Henrique Santos de Sousa
   Vice-Presidente Executivo de Finanças e Diretor de Relações com
   Investidores

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa


 27/06/2019 - Proventos pago por: CIEL3

A empresa CIELO S.A. (CIEL3) informou proventos de R$0.0494 por ação (JRSCAPPROPRIO).
Farão jus aos proventos os acionistas que estirem posicionados no ativo no dia 2019-06-27.
Essa decisão foi tomada e aprovada no dia 2019-06-24.


 27/06/2019 - CIEL3 - Aviso aos Acionistas - Aviso aos Acionistas Distribuição de Juros sobre Capital Próprio A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) comunica aos

   Aviso aos Acionistas
   Distribuição de Juros sobre Capital Próprio
   A CIELO S.A. (?Companhia?) (B3: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) comunica aos
   Senhores Acionistas que, em
   continuidade ao Aviso aos Acionistas divulgado em 24 de junho de 2019,
   o valor final por ação dos Juros
   sobre Capital Próprio relativos ao 2º trimestre de 2019 (?JCP?) é de R$
   0,04941856670.
   Tais JCP serão distribuídos no montante de R$134.100.000,00 (cento e
   trinta e quatro milhões e cem mil
   reais), sujeitos à incidência de imposto de renda conforme aplicável a
   cada caso, os quais serão
   distribuídos e pagos aos acionistas nas proporções de suas
   participações no capital social da Companhia,
   sendo que não farão jus aos JCP as ações mantidas em tesouraria.
   Ainda, os JCP serão pagos aos acionistas no dia 27 de setembro de 2019,
   com base na posição acionária
   de 27 de junho de 2019, sendo as ações da Companhia negociadas ex juros
   sobre capital próprio a partir
   de 28 de junho de 2019, inclusive. Referidos JCP serão imputados ao
   dividendo mínimo obrigatório
   referente ao exercício social findo em 31 de dezembro de 2019.
   O pagamento ocorrerá por meio da instituição depositária das ações ?
   Banco Bradesco S.A. (?Banco
   Bradesco?), mediante crédito automático para acionistas correntistas e
   acionistas que já tenham
   informado ao Banco Bradesco o número de seu CPF ou CNPJ e a respectiva
   conta bancária. Os acionistas
   que não tenham feito essa indicação deverão se dirigir a uma agência do
   Banco Bradesco para atualização
   dos dados cadastrais. Informamos que os acionistas detentores de ações
   custodiadas na B3 S.A. ? Brasil,
   Bolsa, Balcão, receberão os JCP por intermédio de seus agentes de
   custódia e os acionistas detentores de
   ADRs (American Depositary Receipts) receberão os JCP por meio do
   Deutsche Bank Trust Company
   Americas, instituição depositária contratada.
   Barueri, 27 de junho de 2019
   Gustavo Henrique Santos de Sousa
   Vice-Presidente Executivo de Finanças e Diretor de Relações com
   Investidores

Veja mais na fonte: B3 / Bovespa